terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Clássicos da literatura Disney... e uma surpresa...

Pessoal,

Meu garoto fez este video a meu pedido...

Ele vai mostrar todos os novos clássicos da literatura Disney...

Mas assistam até o final para terem uma surpresa...

Abs






terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Ajuda ao JMB-HQ...

Prezados,

A maioria deve ter acompanhado que as últimas centenas de edições do Pato Donald tiveram a mão do amigo Jean, do JMB-HQ... comprando, pedindo e indo atrás, ele foi responsável por terminar a maior série de todas.

E agora, o amigo Jean está fazendo o mesmo com os Ze Carioca... além de conseguir dezenas de edições inéditas, o grupo Esquiloscans cedeu centenas de edições antigas.

E as qie faltaram... ele comprou... só faltam 3 ou 4 para fechar a coleção.

E considero justo que o ajudemos nesta meta... 


E vejam seu gasto... sem contar o tempo de scan, tratar e publicar...

O paypal dele é: jbhq2012@yahoo.com.br

Eu já ajudei... quem puder envie qualquer quantia (de 5 em 5, chegamos a 500)

Abs

Daniel



segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Tio Patinhas 483

Olá pessoal
Começando 2020.

Além disso, foram atualizadas com centenas de novas edições as pastas:

  • Almanaque de Personagens Disney (105 HQs)
  • Zé Carioca (1278 HQs)
  • Mickey (590 HQs)

E aguardem para grandes surpresas no super-post de aniversário de AGIBITECA.

Boas leituras.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Série Paninada no Facebook...

Prezados,

No Facebook, estou publicando uma série chamada "Paninada", basicamente mostrando o tamanho da porcaria que estão fazendo com a coleção "A Espada Selvagem de Conan".

Está fazendo sucesso... E como não é todo mundo que está lá, vou postar aqui em lotes... Seguem os 15 lançados até agora...

Abs

















terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Um simples colecionador de quadrinhos...

Era uma vez...

Um simples colecionador de quadrinhos...

Desde criança os quadrinhos fizeram parte de sua vida... ele aprendeu a ler e a gostar da leitura com o Pato Donald, Biquinho e Tio Patinhas.

Todo final de semana seu pai comprava Disney, Turma da Mônica, Luluzinha e Bolinha.

Enquanto crescia, seu gosto mudava junto e foi para Marvel, DC e Bonelli.

Por último os Mangás e após isso ele acreditou que seu ciclo estava encerrado. Afinal, quadrinhos eram para crianças e certamente ele era o único adulto bobão que ainda curtia essas coisas.

Até que um dia, já casado, enquanto procurava periódicos adultos com notícias sombrias, algo lhe chamou a atenção.

Um gibi do Tio Patinhas com a chamada: "História de Don Rosa de uma saga de Carl Barks".

O nome Carl Barks lhe trouxe uma torrente de lembranças, de locais fantásticos como Quadradopolis, Tra-la-la e As cidades de Cibola.

Não resistindo, ele pegou aquele gibi e começou a ler de pé, no meio da livraria Saraiva.

Ao ver o título, "Uma carta de casa" e olhar o início, o velho Castelo da Colina Sinistra algo tocou nele e ele não conseguiu parar de ler até o fim.

No final, quando Matilda comentava sobre como foi a vida de Patinhas e como era hoje... e a carta do pai o incentivando... as lágrimas rolaram,  a garganta fechou e ele foi embora diferente.

Não era mais aquele adulto casado e preocupado em pagar boletos. Agora era alguém que precisava saber tudo sobre aquele sujeito "Don Rosa", que ousava com maestria continuar o legado de sua infância.

Daí para descobrir a Saga do Tio Patinhas e o Inducks foi um pulo. Como também começar a comprar tudo que podia com o nome Don Rosa e Carl Barks.

Sem querer, durante suas pesquisas, ele achou um blog de scans, e outro, outro e outro. Era inacreditável, mas existiam outros adultos que amavam gibis igual a ele, ele não estava só.

Aquilo era o paraíso. Gibis que ele nunca mais achou que veria estavam lá. De graça, para baixar e ler quando quisesse. Até dava para imprimir por causa da alta qualidade.

E assim, os blogs ganharam um adepto fiel.

Mas existia uma insatisfação. Eram tantos blogs que era difícil achar alguma coisa e a pesquisa não era eficiente.

Nisso ele já era pai. Muitas obrigações e lindas descobertas o tempo todo.

Mas foi em um dia comum, enquanto ele aguardava seus alunos fazerem um exercício, que houve um estalo.

"E se eu ajudar, criando um local onde posso colocar os scans por categoria, editora, ano, etc?"

"E com pesquisas que permitam as pessoas procurarem facilmente?"

E assim nasceu um sitezinho merreca que ele chamou de "A Gibiteca", com 100 gibis. E ele começou a colocar lá scans de diversos blogs.

No início, os únicos ajudantes eram o Vejita (que voltou para o espaço) e a Pink Ghost  (que esta por perto até hoje).

Os donos dos blogs foram super receptivos e logo ele ganhou amigos... Luis, Miguel, Gizmo, Adriano, Flávio...

E lá estava ele feliz com seu sitezinho, onde ele poderia montar uma coleção de scans organizada e acessível.

Mas o destino pregou uma peça... e das grandes...

Apenas dois meses após o inicio do sitezinho, um grande grupo de colecionadores Disney tomou uma decisão que mudaria tudo.

O grupo era fechado, como uma fraternidade oculta, que possuía tesouros além da imaginação. TODOS os scans das décadas de 40, 50, 60 e 70 estavam guardados e protegidos do mundo exterior.

E este grupo, o maior grupo de scans Disney do mundo, decidiu que era hora de abrir o tesouro para o mundo.

O grupo Esquiloscans se tornou público... e suas relíquias seriam entregues de graça a quem quisesse.

Para isso, foram escolhidos alguns blogs privilegiados... QP, Chuti, Tralhas, GC e o sitezinho, que estava no local certo, na hora certa.

E "A Gibiteca" virou referência em Disney, com nozes raras e caríssimas. Sempre de graça, para todos.

Várias outras coisas boas aconteceram, como o aparecimento do Matheus que completou "As Obras Completas de Carl Barks" em um ano... também o Almir que hoje é o administrador e braço direito do colecionador... e dezenas de outros amigos que ajudaram com mil coisas.

Neste meio tempo, o colecionador já estava feliz por pertencer a um grupo de entusiastas por quadrinhos, e para dar sua contribuição a este rico universo, ele pensou em uma história que seria diferente de qualquer outra.

E assim nasceu "Nova Patópolis". Que após vários anos, continua instigando e provocando as pessoas com uma visão inédita de um universo quase centenário.

Quanto a fraternidade dos Esquiloscans, o colecionador participou ativamente. Ele criou páginas, fez backups, enviou muita coisa ao acervo e até recebeu o site hospedado em seu próprio host.

Claro que nem tudo foram flores. Os reclamadores patológicos sempre apareciam e condenavam o tratamento de um scan, a ausência de um link que tinha sido apagado, o não tratamento, a falta de pdf, o servidor usado, o site lento, a demora em lançar algo, a heresia de colocar um logo na capa para evitar a venda, a loucura de colocar imagens dentro do scan para fazer uma brincadeira e outros. Mas para isso a solução foi simples, o colecionador não respondia mais emails e nem comentários.

Outro item chato era que  os servidores caíam sempre. GBs e GBs sumiam de um dia para o outro, oque exigia um novo upload e uma atualização em todas as informações dentro do site. Inúmeras vezes isso ocorreu e culminou na minhateca, onde 3 TBs evaporaram.

Apesar de tudo, o colecionador continuava... amparado por poucos e fiéis amigos.

Até que...

Chegamos em 2019...

Na realidade não foi de repente, mas o colecionador estava cansado. Ele queria ter mais tempo para si mesmo, seu filho e para fazer coisas novas. O sitezinho que agora era um sitezão não parava de crescer e este compromisso foi se tornando um fardo financeiro e técnico.

Até que aconteceu o inesperado...

Em 05/05, uma mudança no host do sitezão o derrubou. Associado a incompetência dos mesmos para resolver o problema, o colecionador desanimou.

Na realidade, em seu íntimo, ele chegou a cogitar desistir de tudo e finalmente... descansar.

Foi uma semana tensa, de dezenas de contatos querendo saber oque tinha acontecido. Até que uma moça chamada Elania não perguntou oque houve, mas perguntou oque ela podia fazer para ajudar.

Isso animou um pouco o colecionador que finalmente foi a público explicar... e decidiu resolver tudo sozinho como sempre, sem contar com a má vontade/incompetência da Locaweb.

Após um sábado de trabalho, o sitezão voltou.  Mas a atitude da moça havia criado uma interrogação na mente dele.

"O site é tão importante para as pessoas que elas aceitariam mantê-lo?"

"O fardo financeiro poderia ser suprimido e só restar o técnico?"

Ele decidiu pagar para ver.

E em 25/05 lançou a campanha, que duraria um mês, com uma meta ambiciosa que pagaria a hospedagem anual, domínios, manutenção do banco de dados e do asp .net.

Na realidade, independente do resultado o colecionador sairia ganhando. Ou o site se manteria com a ajuda dos visitantes ou ele poderia terminar tudo sem dor na consciência. Afinal, se não ajudassem é porque não era importante.

Surpreendentemente a meta não foi atingida, mas sim, ultrapassada. O amigo MikeX foi o primeiro de muitos mantenedores que aderiram ao plano de assinatura mensal.

Ao se livrar do problema financeiro, o colecionador se empolgou novamente. E como agradecimento a todos que se importaram, colocou a mão na massa.

Após 7 anos, o sitezão que sempre foi o mais simples possível, com uma página inteira mostrando tudo ao mesmo tempo, se transformou.

Com tecnologia web de ponta, utilizando HTML5 e css responsivo (Graças a Pink Ghost), o sitezão assumiu um formato profissional, leve, ágil e intuitivo, pronto para uma nova taxa de crescimento por muitos anos.

Ao mesmo tempo em que tudo voltava a normalidade, algo novo apareceu. O amigo Gustavo ofereceu um Drive ilimitado da GSuite como backup, de forma que não haveria mais problemas com arquivos apagados. Caso algo sumisse, bastava pegar novamente na GDrive.

E com isso, o sitezão que já tinha a parte financeira garantida, passou a ter o acervo garantido. Estávamos no melhor dos mundos.

Poderia ser dito que a história acabou e todos viveram felizes para sempre.

Mas...

Se algo que podemos aprender na vida, é que aquilo que menos esperamos, certamente é oque vai acontecer.

Em 07/12, sem qualquer aviso, o servidor de arquivos do grupo Esquiloscans, que era alocado na casa de um dos administradores em Portugal, queimou.

E por uma série de motivos, houve um desentendimento entre o administrador e o fundador.

Então, em 08/12, após 15 anos de trabalho ininterrupto, foi anunciado o fim do grupo Esquiloscans.

Imaginem a surpresa do colecionador. As pessoas que ele admirava, ajudava e ficava feliz em estar próximo, simplesmente, decidiram ir embora. Repentinamente e sem aviso.

Aí podemos ver como funciona a mão do destino. De todos os membros do grupo, qual era o único que tinha um GDrive a disposição para salvar o acervo de quase 80 anos que estava preservado?

Sim, o colecionador, com a ajuda involuntária do amigo Gustavo.

Tendo a solução, ele se colocou em campo e intermediou um acordo entre os dois amigos esquilos.

E de forma totalmente inesperada, o colecionador recebeu duas coisas:

- O acervo no GDrive, que estava seguro novamente.

- A administração do grupo Esquiloscans.

A partir de 10/12, o fundador Edilson iria descansar de sua função e o colecionador iria assumir tudo relativo ao grupo.

Isso tudo foi tão rápido que chega a ser surreal. De um sitezinho para buscar scans para Lider do maior grupo Disney de scans do mundo.

E só agora, em 31/12 a ficha caiu.

Em 2020, A Gibiteca e os Esquiloscans estarão centralizados na mesma pessoa.

E oque isso significa? Ele não faz a menor idéia.

Tudo que ocorreu em 2019 foi inesperado, então imaginar oque vai acontecer em 2020 é um exercício fútil de especulação.

Mas, o colecionador tem duas certezas:

1) Enquanto amigos e companheiros que acreditam na importância da preservação da cultura estiverem ao seu redor, o fardo poderá ser dividido. Sem estas pessoas, nada disso estaria acontecendo.

2) Que 2020 será um ano... interessante.

Então nas últimas horas de 2019, só resta sentar e imaginar tudo de bom que aconteceu até agora e sonhar com as maravilhosas possibilidades par 2020.

Um feliz ano novo para todos.

Ass. Um simples colecionador de quadrinhos.


sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Post de Natal

Prezados amigos,
Mais um ano termina e vamos ao post de natal.
Além de 25 edições Natalinas, o presente da Gibiteca, heróicamente montado pelo Paulo de Tarso, é a Coleçao Tio Patinhas COMPLETA!!!!
Todas as 637 Edições Tio Patinhas da Ed. Abril... Mais Urtigao, Zé, Margarida, Comix de Portugal, Topolino...
Agradeço a todos os amigos que nos ajudaram este ano... Daqui um mes é nosso aniversário e teremos uma grande surpresa...
Abs e Feliz 2020 a todos
Daniel

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Grande Almanaque 10 - Férias

Olá
As férias estão chegando - ao menos para quem não ficou de recuperação, como o filho de Eduardo e Mônica.
Destaques da quinzena:
  • Grande Almanaque 10, de Esquilos/Almir;
  • Urtigão 23, de Esquilos/Skraft;
  • Luluzinha 26 e Bolinha 20, de Matheus;
  • Zé Carioca 2333, de Leonardo;
  • Tio Patinhas 189 e 416, de Paulo Tarso/Celso;
  • HMPM 20 (Namor), de CamuCamu/Daniel;
  • Pasta Mágico Vento, contendo 110 HQs;
  • Pasta Pato Donald 2001 a 2481 completa.

Isso e muito mais, gratuitamente, em AGibiteca.
Boas leituras.



quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Urtigão 28


Olá pessoal
Novidades da semana em A Gibiteca para dar e não vender.
  • De Esquilos/Skraft: Urtigão 28 e Pateta (série 3) 20;
  • De Scanautas/Almir: Tio Patinhas 488;
  • De Matheus: Bolinha 27 e 34 e Luluzinha 25;
  • De Weege: Luluzinha 176;
  • De Alexandre: Luluzinha 161;
  • De Celso: Tio Patinhas 594;
  • De CamuCamu/Daniel: Heróis mais Poderosos da Marvel 19 – Falcão;
Ainda:
  • Pasta Asas de Guerra;
  • Atualização da pasta Almanaque Disney, contendo agora 257 edições;
E muito mais.
Boas leituras.



quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Mancha Neural... Novo capítulo pronto


Prezados,

Hoje, concluí mais um capítulo... já são 12 de um total de 20... o engraçado é que há 4 anos atrás já haviam 8...

Sei que parei por muito tempo, mas agora deve avançar... só não sei como ainda...

O engraçado é que escrevo de acordo com meu ânimo... então se ontem quis falar sobre um momento de ação, hoje preferi uma parte romântica... 

Vejam um trecho...

-----------------------------------


Após alguns minutos neste aconchego Mickey colocou a bacia de pipoca no chão.

Minnie estava totalmente relaxada, de camisola e quase dormindo.

Mickey a puxou em direção de seu corpo, abraçando suas costas com o braço direito e segurando as pernas com o braço esquerdo.

Tendo se firmado muito bem, um pequeno impulso o colocara de pé, com sua amada em seus braços.

Delicadamente em passos cuidadosos, o detetive seguiu até o quarto e com todo o cuidado possível, a deitou na cama. Este processo era tão natural entre eles, que o sono dela não foi interrompido.

A ansiedade do por vir e as perguntas sem resposta que enchiam sua mente estavam espantando para bem longe o sono, mas não  impediam que ele se deitasse abraçando-a.

Outro detalhe é que a conversa que tiveram na semana passada ainda o incomodava, mesmo sem estar claro o real motivo por trás desta estranha sensação.

E o mais curioso, era que ele mesmo havia começado o assunto de forma tão inocente.

- Nunca imaginaria que o Donald se casaria, realmente foi uma surpresa - foi o início de tudo, durante o jantar.

- E o que tem demais?

- Ele nunca se pareceu com alguém que seria possível conviver por muito tempo. É explosivo, nervoso, teimoso...

- Ah, claro. Falou o senhor monge budista.

- Eu não disse isso, só que não imaginava... enfim... mas creio que o pior é outra coisa.

- Sei, sei. O pior foi ele se casar com sua querida amiguinha.

- Sim, como eu poderia imaginar que Karen seria sua esposa... Ele nunca nem comentou que a conhecia.

- As vezes quando encontramos a pessoa certa, não queremos perder tempo - respondeu ela com certa ironia.

- Pode ser - foi a resposta sem qualquer indício da ironia ter sido notada.

-----------------