sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Caça as bruxas versão 2013...

Boa tarde Pessoal,

É com pesar que informo a meus amigos leitores que hoje a Internet ficou um pouco mais pobre...

Foi anunciado na terça uma caça as bruxas... E o resultado foi o esperado...

Alguns blogs de amigos simplesmente foram retirados do ar... Mas foi por decisão própria deles, pelo menos por enquanto não houve qualquer retirada a força...

Estes blogs em questão publicavam um vasto material da Turma da Mônica... Centenas de revistinhas das décadas de 70, 80 e 90... Eu não vi neles nenhum scan de revistas recentes ou que estivessem em banca...

Pelo contrário, eles anunciavam os lançamentos da Panini e faziam propaganda grátis para a MSP...

Mas qual foi o motivo deste sumiço as pressas? 

Um twitter publicado ontem pelo simpático Sr. Maurício de Sousa:


Com um comentário tão contundente, entendo perfeitamente que pessoas que perdem seu tempo para escanear, tratar e entregar scans de graça, não pensariam duas vezes antes de pular fora...

Afinal, não ganho nada e ainda me arrisco???? Nem pensar...

Nosso blog não publica Turma da Mônica com frequência pois nosso foco é Disney (já devem ter notado)... Por coincidência, andávamos indicando os links para estes scans feitos pelos amigos...

Agora se eles estão fora por este motivo, não tenho muita opção também, concordam?

Dada a situação, eu retirei da nossa estante todo o material MSP... 

Fazendo uma analogia, queimamos os livros (apagamos os arquivos) que não podemos possuir...

80 anos depois, a história se repete...


Voltamos a era da ignorância e da inquisição... Divulgadores dos novos tempos (gibis digitais) são ameaçados por leis e pensamentos retrógrados...

O mais curioso é que o próprio Maurício de Sousa admite que não vale a pena vender gibi digital "não tem custo/benefício", um pouco depois de dizer "que não se paga serviços com compartilhamento de afetividade"...

Resumindo, os gibis digitais não darão lucro a eles, mas se alguém fornecer de graça, dá prejuízo...

Juro que não entendi o raciocínio...

E as histórias que eles fornecem no site oficial? Estão lá para dar prejuízo ou ajudam a vender?

Entendo cada vez menos...

Nem vou entrar no mérito que piratas de verdade copiam e vendem... DVD´s, roupas, bolsas, etc...

Bom, é isto... Se alguém não concorda, deixe um comentário a respeito...

Mas se alguém for um fã da Turma da Mônica desde os cinco anos como eu e não acredita que os scans feitos para "compartilhamento de afetividade" prejudica os bolsos da MSP, escrevam diretamente para o Sr. Maurício de Souza:

https://twitter.com/mauriciodesousa

Ou para seu assessor de comunicação:

jal.comunicacao@gmail.com

Um triste abraço a todos...

Daniel Alencar

197 comentários:

  1. Lamentável a postura retrógada adotada pela empresa neste caso. Duvido que alguém que compraria um Almanaque ou Mensal deixou de gastar um centavo em revistas por conta dos scans das revistas clássicas.
    Sou grande fã do estúdio, possuindo centenas de revistas que incluem todas as edições da recente Coleção Histórica. Compro mensalmente todos os Almanaques, Mensais, Edição Histórica e Clássicos do Cinema. Mesmo assim, aprecio possuir em formato digital algumas revistas que não posso ter em papel, por curiosidade e completeza, por um ínfimo gosto de colecionador, tão comum ao fã de quadrinhos.

    Mas o Sr. Maurício de Souza desconhece totalmente o propósito desse tipo de compartilhamento, assim como hoje desconhece seu público. Acha ainda que fazem gibis majoritariamente para crianças, sendo que tenho certeza que grande parcela dos interessados em seus produtos são de outro nicho.

    Mas também, o que poderia se esperar de um estúdio que, em pleno 2013, não credita individualmente os autores das histórias (claro que sob o pretexto de ser o método de trabalho). E que tem colocado histórias com desenhos e letragem duvidosa, aparentemente feitas em um gerador automático, tal qual daqueles jogos para crianças criarem suas próprias HQs.

    Acorda, MSP. Os seus fãs, assim como eu, vão te abandonar!!

    Pare de perseguir os poucos que ainda lhe são fiéis e fazem propaganda DE GRAÇA de seu trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiremos um print e mandemos para ele!

      Excluir
    2. Com certeza Alphs...

      Na realidade é desanimador o fato em si... E o fato dos artistas não serem creditados é algo bem chato...

      E pensar que eu sempre fazia propagandas com as capas do mês das revistas a serem compradas...

      Excluir
    3. Sempre achei fato dos artistas não serem creditados é algo bem estranho na MSP. Pq nao iriam ser creditados? Na Disney eles sao creditados, isso nao diminui o fato de Walt te-los criado, assim como Mauricio, correto?
      De qq maneira, eles nao conseguem impedir isto (http://torrents.fm/hq%27s-turma-da-monica-jovem-pack-completo-a47444np5lempp3mz5zq)

      Excluir
  2. Lamentável... Bom, para alguém que ao ser questionado por um grupo de pais sobre usar personagens infantis em propagandas para produtos insalubres e voltado para adultos respondeu: Não se metam! Esse tipo de postura já era esperado... Triste, parece que a idade trouxe ignorância e cobiça em vez de sabedoria e generosidade para o sr Mauricio de Souza...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sabedoria não vem a todos com a idade... Creio que neste caso a medida que a idade subiu, a ganância veio junto... Triste...

      Excluir
    2. A mercenarização de personagens em campanhas publicitárias prova definitivamente que MS não é um autor. É um gerente de recursos desenhados. Quem só gerencia (gerenciar é buscar lucro) nem sabe se a equipe de desenhistas está fazendo arte ou, como ele, apenas explorando recursos desenhados.
      No 1º comentário, Alphs cita o fato de os autores não serem creditados. Não sei se artistas gostariam de aparecer numa exploração assim.
      Tenho dó de quem trabalha para esse gerente.

      Excluir
    3. Imagino que não deve ser fácil... Afinal, alguém já viu uma entrevista dos desenhistas dele? Eu nunca vi... O quê será que eles falariam do chefe?
      Creio que a pior parte é exatamente que ele tem dinheiro até para os bisnetos e se preocupa com misérias...

      Excluir
  3. Triste! Parece que esse pessoal não quer mesmo abrir a mente e mudar o relacionamento com o público. Irônico que, adotando medidas que para eles são as mais benéficas e lucrativas, estão exatamente afastando e decepcionando seus maiores fãs.

    ResponderExcluir
  4. Olhando friamente a questão:

    O MS é só mais um hipócrita dos tempos modernos. Assino turma da Monica para minhas filhas e já baixei alguns gibis antigos pra mim. Não vejo esta postura como uma ameaça. Uma coisa não substitui a outra. Esta postura é de um bom mercenário - ao contrário do que ele prega nas revistas da turma. Se ele mesmo não julga que seria lucrativo vender revistas online ele demonstra mais fraquezas : a falta de preocupação ambiental (mais uma vez contrário a sua postura - ao longo de tantas décadas, quantas árvores foram derrubadas para fazer gibi?) e sua postura contraditória (se as pessoas não comprariam o gibi online pq não gostam, já que o custo seria muito menor que o das bancas - qual o problemas de uns poucos loucos baixarem para si material antigo?).
    Terceiro: Com a idade que ele tem - e a grana - eu não teria mais esse tipo de preocupação. Mas, cada um é cada um e o fato é que ele tem direitos sobre sua criação, estamos errados mesmo fazendo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errados? Errados? Sim, fazer algo q pode ser usado por dono de "direitos de cópia" para processá-lo é um erro.
      Sabe o q é certo? Descubra personagens q sejam lidos só por adultos, em outro país. Adapte as personalidades para infantilidades e publique neste país. Não precisa desenhar bem. Não precisa escrever textos longos. Isso é certo, digo, isso é dinheiro certo.

      Excluir
    2. A turma da Luluzinha, Flash Gordon, Brucutu que o digam...

      Excluir
    3. Muito certo copiar até o vestidinho vermelho da luluzinha...

      Excluir
  5. Hoje, muitas vezes o que chamam de "baderneiros" são pessoas que querem dialogar de igual para igual e quer ser respeitada integralmente.
    Essas grandes artistas, a exemplo dos que criticaram as passeatas, desconhecem o que é viver em sociedade.
    Seria muito bonito ver uma fogueira de gibis na porta do estúdio em repúdio a isso....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grandes artistas uma pinoia!
      Só são grandes de poder financeiro.
      Os desenhos 'mauriciosouzais' têm traços simplórios, o texto é econômico, você lê dez vezes mais rápido q uma revista Disney.
      Não tenho revistinha nem download desse estúdio nem quero ter.
      Quem tiver revista, apóio a fogueira!

      Excluir
    2. Crianças gostam da revista, os traços e texto simples não fazem diferença para o público alvo.
      As queridinhas da MSP são TMJ e a série MSP 50.
      Só conheço um site que posta TMJ assim que é lançada.
      Já MSP 50 encontrei em dois blogs, o próprio Sidney Gusman disse em um podcast por aí que não permitiria scan da coleção MSP 50,ele é o responsável, idealizador, etc, que estava esgotada e recentemente ganhou nova tiragem esses dias, coincidência?

      Excluir
    3. Sim, crianças bem pequenas gostam de desenhos grandes e pouco texto. Foi exatamente esse gosto q foi explorado por esse figura.
      A questão de honra agora é que não podemos aceitar o tom de superioridade que o figura adotou.
      Já q ele gerencia publicações infantilóides, que se recolha à insignificância e assuma que teve sorte por ter enriquecido.

      Excluir
    4. Se o publico é infantil, entendo menos ainda o prejuizo que scans lidos por adultos vai causar... Enfim...

      Excluir
    5. A venda das mensais da MSP está caindo, é claro que é mais cômodo pensar que a causa é a disponibilidade dos scans na internet ao invés de admitir que a venda é muito mais atrelada aos fatores econômicos e principalmente qualidade dos produtos.

      Excluir
    6. Realmente amigo...
      Mas a venda de Disney não para de subir, exatamente pela divulgação da internet e pela alta qualidade do material...
      Parabens a Ed. Abril...

      Excluir
    7. Concordo com tudo o que tenho lido aqui.
      Ele teve sorte, pois trabalhava em um jornal e em uma época onde
      isso era ma novidade.
      Sim, ele plagiou Luluzinha e talvez alguns outros. Digo da Luluzinha
      porque é o mais óbvio. Até mesmo algumas capas são quase que idênticas.
      Sim, minhas revistas recentes não ficarão comigo. Não quero mais e
      tenho vergonha de ter nutrido tanto amor por quem hoje me despreza,
      pois também me sinto assim, embora não tenha sido nada comigo.

      Excluir
    8. Pelo menos essa arbitrariedade do mauricio serviu pra essa questão de plágio da Luluzinha voltar a tona.

      Anos atrás, quando num fórum escrevi quase um artigo, cheio de ilustrações, sobre o tema, quase fui "morto" pela horda de fãs fanáticos do Mauricio. Aliás, o poder do cara é tal, que tivemos várias publicações sobre quadrinhos, mas ningúem teve a coragem de colocar o dedo na ferida, de pelo menos admitir a influencia de Little Lulu na turma da Monica - inclusive o editor da revista Wizard, revista que deveria se prestar a esse tipo de coisa, pela mesma época foi contratado pelo Mauricio. Coicindência?

      E não estamos aqui falando apenas do vestido vermelho. Nem do vestido da gordinha (e comilona) Aninha ser amarelo, igual da Magali. Detalhes com a eterna briga (e paixonite escondida) entre Bolinha X Luluzinha, apesar de Bolinha ser "oficialmente" apaixonado por Glória (aka Marina, no universo do mauricio), sem contar que Carequinha, melhor amigo de Bolinha, vive bem "sujinho", e tantas outra similaridades entre os coadjuvantes das duas turmas são coicidências demais. Mas com uma diferença: enquanto a truculenta Monica resolve tudo na base da porrada, a sagaz Luluzinha sempre usou a cabeça, sendo mais esperta do que o Bolinha no seu próprio jogo. Sinceramente? Pessoalmente acho que a Luluzinha é um gibi melhor para crianças pequenas principalmente por esse detalhe. Monica pode ser uma menina, mas que tipo de mensagem é esse que o mais forte é necessariamente o mais justo? É um discurso a favor da força. Tenho uma sobrinha de três anos, mas quando ela começar a ler vou presentea-la com gibis da Luluzinha. Quero que ela cresça como uma menina esperta, não uma mimada que acha que "descendo o coelhinho" vai resolver os seus problemas...

      Excluir
    9. Tenho vários Luluzinha. Compro sempre!

      Excluir
    10. Gente, que delírio é esse? Não é a toa que o pessoal do tal fórum criticou tanto o seu artigo, porque essas comparações não fazem sentido algum.

      Pra começar, o vestido da Aninha, ainda que tenha sido amarelo algumas vezes, é azul na grande maioria de suas aparições. E ela nunca foi caracterizada como gordinha ou comilona, e sim como uma menina "moleca", por ser mais novinha que as demais - muito diferente da Magali, que é mais feminina e delicada que a Mônica.

      Dizer que o Carequinha vive sujinho é forçar a barra demais. Pode até ter acontecido em uma ou duas histórias, mas você nunca vai encontrar "vive sujinho" em uma lista de características dele.

      Mas o mais surreal mesmo foi comparar a Glória com a Marina. Glorinha faz o tipo "patricinha", sendo até uma espécie de "vilã" às vezes - muito mais semelhante à Carminha Frufru, personagem secundária na Turma da Mônica. Mas esperar que você conheça uma personagem secundária talvez seja pedir demais, já que você não parece ler Turma da Mônica... e nem Luluzinha.

      A propósito: o Bolinha é sim apaixonado pela Glória, mas o Cebolinha não tem nada com a Carminha Frufru... e nem com a Marina.

      Falando sério: acho válido comparar as duas obras, e existem sim várias semelhanças. Mas sem desinformação e forçação de barra, por favor.

      Excluir
    11. Acredito que a obra MSP se inspirou em diversos personagens...

      Isto é inegável...

      Quanto a Luluzinha, no mínimo o vertidinho vermelho foi copiado...

      E o Cascão não foi o primeiro sujinho... Quase uma década antes nasceu o Chiqueirinho, amigo do Charlie Brown...

      E o Cebolinha é careca... Charlie Brown também...

      Enfim...

      Excluir
    12. Como eu disse a horda dos fanáticos existe, mas já é um alento que a vergonha deles é tal que agora eles são anônimos, fica dificil dar a cara a tapa pra defender o mauricio, né? Ou será que é mais algum funcionário vindo defender a causa a postar aqui no tópico??? Por isso o anonimato????

      Excluir
  6. Incrível como alguém pode ser tão alheio ao poder da internet hoje em dia (ou se faz assim). Dificil acreditar que uma dessas pessoas seja o sr. Mauricio de Souza, cuja as publicações são voltadas para o publico infantil e adolescente. Aliás, publico esse que está cada vez mais conectado, que usa a internet para tudo. Não consigo entender como ainda não utiliza essa ferramenta tão poderosa em beneficio proprio. Até onde sei, a Disney não proibe o compartilhamento afetivo de revistas antigas e está vendendo como nunca. Blogs e sites de fãs que fazem propaganda gratuita, recomendando revistas compartilhando historias que não estão mais disponiveis no meio fisico alavancaram as vendas aqui no Brasil. Me pergunto se a proibição do estudio em questão é apenas de cunho financeiro... Fica me parecendo se tratar de um egoísmo, de uma relação de posse (os personagens são meeeeeus!!!) que ultrapassa meu parco entendimento sobre tal questão.

    Aliás, se for pelo lado do uso de direitos autorais, o estudio paga os devidos royalties quando faz parodias de filmes e seriados? Esses dias vi o Havita (personagem Disney) reproduzido fielmente na revista Vingadoidos (parodia do filme)... eles pediram as devidas autorizações para uso? Quem está lucrando com personagens alheios nessa historia toda???

    ResponderExcluir
  7. É de se lamentar a posição equivocada do Sr. Mauricio de Sousa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo falou do poder da internet.
      Que tal mostrarmos q a internet tem realmente poder?
      Que tal uma campanha para todos os pais que assinam essas revistinhas mixurucas cancelarem as assinaturas???

      Excluir
    2. Com certeza nunjo...

      Como esta na moda os protestos, que tal criar o site boicotaMSP ?

      Excluir
    3. Boa idéia! Estou dentro. Diga aí: é fácil criar um site?

      Excluir
    4. Nem precisa criar um site, vai de twitter mesmo,a internet livre fora Mauricio!

      Excluir
    5. Para criar um blog é fácil... É só ter conta no Gmail e clicar em cima de qualquer blog na opção "Criar um Blog"...
      Eu não farei, pois meu foco continuará com Disney e já tenho a Gibiteca e o Nova Patópolis... Mas se alguem se dispor, eu divulgo...
      Já no face e twitter, basta escrever com uma hashtag, tipo #MauricioMesquinho... hehehehehe... E mandar recados diretos para ele e para o Sidney Gusman...

      Excluir
    6. Valeu. Já que ele faz choradeira no twitter, vamos de twitter. E não façamos choradeira. É só mostrar indignação. Porque fica indignado quem é ofendido por um indigno. Maurício indigno.

      Excluir
    7. É isso aí... Escrevam, questionem, demonstrem indignação com esta atitude mesquinha...

      Excluir
  8. Nunca li tanta baboseira.

    Quantos aqui já não se depararam com esse texto em algum rodapé de livro ou revista e nem deram bola:

    "É proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, inclusive quanto às características gráficas e/ou editoriais. A violação de direitos autorais constitui crime (Código Penal, art. 184 e Parágrafos, e Lei nº 6.895, de 17/12/1980) sujeitando-se à busca e apreensão e indenizações diversas (Lei nº 9.610/98)".

    Pois é. A Lei nº 9.610/98 (Lei do Direito Autoral), especifica que é uma forma de apropriação indébita, utilizar o que é do outro, sem consentimento. Ou seja, copiar obras sem autorização do autor e do editor é CRIME.

    Se a Disney não proíbe o "compartilhamento afetivo" de revistas antigas, parabéns pra ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo,

      Sinto muito, mas baboseira foi você que escreveu... Creio que copiar um pedaço da lei fora do contexto (como é apresentado nos livros citados por você) não ajuda em nada... Segue a redação completa... Quem sabe você aprende alguma coisa:

      § 1º - Se a violação consistir em reprodução total ou parcial, com intuito de lucro direto ou indireto, por qualquer meio ou processo, de obra intelectual, interpretação, execução ou fonograma, sem autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente

      § 2º - Na mesma pena do § 1º incorre quem, com o intuito de lucro direto ou indireto, distribui, vende, expõe à venda, aluga, introduz no País, adquire, oculta, tem em depósito, original ou cópia de obra intelectual ou fonograma reproduzido com violação do direito de autor

      § 3º - Se a violação consistir no oferecimento ao público, mediante cabo, fibra ótica, satélite, ondas ou qualquer outro sistema que permita ao usuário realizar a seleção da obra ou produção para recebê-la em um tempo e lugar previamente determinados por quem formula a demanda, com intuito de lucro, direto ou indireto, sem autorização expressa, conforme o caso, do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor de fonograma, ou de quem os represente:

      § 4º O disposto nos §§ 1º, 2º e 3º não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto.

      Preste atenção na frase "lucro direto ou indireto" e leia ATENTAMENTE o parágrafo 4

      Excluir
    2. Esqueci um detalhe...

      Desenhar o Havita da Disney dentro da paródia dos Vingadoidos é apropriação indébita de imagem...

      Excluir
    3. Exatamente, pessoal da Gibiteca! É disso que estamos falando!
      O Senhor dos Anéis é uma obra muito mais antiga que o plágio feito com mudança de cenário para o espaço e que o "autor" denominou Guerra nas Estrelas. Se não me engano houve uma adaptação "mauriciodesôuzica" dessa Guerra nas Estrelas. E a ideia vai ficando cada vez mais pobre.
      Até agora não tinha lembrado quantas paródias "mauriciodesouzenses" têm aparecido nas bancas.
      Desde o início da carreira do MS há coisas passadas por cinco dedos:
      Quando esse desenhista de traços simplórios começou a publicar revistinhas, eu já lia Snoopy e Charlie Brown. Crianças não apreciavam os Peanuts porque era humor psicológico, de caráter adulto. Claro, havia a fortona (Lucy), o sujinho, o cachorrinho... Então, como crianças brasileiras não liam, escancarou-se a oportunidade para adaptar para público do pré-primário (havia, na época) as personagens: a fortona (Mônica), o sujinho (Cascão), o cachorrinho (Bidu)... Foi tanta falta de imaginação, que nem criou esses nomes (Mônica é nome da filha, e há outros do convívio, quem leu alguma entrevista sabe). Ou seja: um desenhista sofrível devia ter a humildade de ficar encolhido com medo de que alguém notasse o plágio. Sim, plágio. Acho que Charles Schultz jamais viu esses plágios. Talvez alguém que tenha baixado scans deva encaminhar à editora que publica Charles Schultz algumas evidências disso. Aí vamos ver quem vai ser processado!

      Excluir
    4. Com certeza amigo nãonada...

      É tão mais fácil adaptar um personagem do quê criar... Até aí tudo bem, mas depois se achar o deus da criatividade e o dono de tudo é que é foda...
      Imagino alguém com a idade dele e com tanto dinheiro, ainda perdendo tempo com coisinhas pequenas... Sei lá, após receber dividendos por mais de 50 anos, ainda não foi suficiente?

      A sanha copiadora é tão grande que no especial Lostinho 2, eles admitem que assim que terminou o ultimo capítulo da série Lost, já tinha gente esboçando a paródia...

      Bonito é ganhar dinheiro com o trabalho alheio... E feio é trabalhar de graça como fã para trazer nostalgia as pessoas...

      E ainda me aparece um empregado do Estudio Mauricio de Souza falando de leis, sem ter a menor ideia do que diz...

      Eu mereço...

      Isto parece a campanha "não roube um filme"... Se comprar um DVD pirata fosse crime, pessoas poderiam ser presas na rua por receptação... Crime é de quem vende (lucro direto) e não de quem compra para usar em casa (para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto)

      Os scans entrem na mesma situação... Crime seria vende-los...

      Está na lei, mas como depende da interpretação de quem julga...

      Excluir
    5. Queria ver essa questão chegar nos tribunais. Existe uma razão para que Abril, Panini, Mauricio, etc, mais latam do que mordam... Pelo fato dos blogs, sites, foruns, etc, NÃO VENDEREM os scans que fazem e distribuem, como citado pelo post acima, não seria necessariamente interpretado o ato como "pirataria".

      É um caso parecido com uma polêmica que já rolou com os livros que as universidades xerocam para seus alunos. Afinal elas estão claramente REPRODUZINDO sem autorização de editor e autores o texto ou parte dele. E ainda por cima COBRANDO dos alunos (pelas cópias xeróx). Muitos anos atrás uma editora foi em cima de uma das universidades (parece que a Estácio), e um jurista conseguiu safar a instituição com essa: a partir do momento que sou proprietário de um livro eu posso emprestar pra quem eu quiser. Os alunso pegavam esse "livro" emprestado tão somente através da forma da fotocópia. É o mesmo que antigamente acontecia quando gravavamos fitas cassetes para dar para os amigos e as namoradas.

      COMPARTILHAR não é crime. Se fosse, as editoras já teriam agido faz tempo. O que eles podem fazer é dar indireta no twitter, mas até hoje? Muito latido, mas morder nenhum mordeu não.

      Excluir
    6. É Nano Falcão...

      Tenho certeza que não chegaria a um tribunal... Além do custo e tempo, provavelmente não daria em nada e ainda haveria o risco da jurisprudencia ser aberta no sentido de qualquer um poder fazer isto...

      Já com a indireta, muita gente simplesmente cai fora... Não querendo encrenca...

      Bom, por mim eu vou continuar aqui... Mas por raiva, sem as preciosas revistas do grande artista Mauricio de Sousa... Vendo assim, até parece que são obras primas...

      Excluir
    7. Agora, amigo, você sabe o que é ter esses funcionários de merda infiltrados no seu blogue fazendo comentários desse tipo. Eu já cansei de ver mensagens assim, só que tive a sorte de encontrá-las em SPAM.

      Excluir
  9. É Amigo Daniel concordo com tudo o que disse...fico desanimado com isso...será que isso não acontcerá com a Disney também???

    grande abraço amigo
    Bola pra frente
    Matheus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Matheus,

      Pode ficar tranquilo, que a Disney, a Abril e o Paulo Maffia tem já chegaram a conclusão que ajudamos as vendas e a divulgação... Se seguirmos a regra de não postar nada recente, não há com que se preocupar...

      A Disney Brasil vende muito mais hoje do quê há três, quatro anos (antes dos scans em massa) e até em Portugal, de onde eles haviam saído há quase 10 anos, voltou com força agora...

      E bola pra frente... Foi só um desabafo, não vai me desanimar não... Temos milhares de scans para postar sem ter que ser a beleza da MSP...

      Só afirmo que eles perderam um cliente que comprava todas as mensais e almanaques... Mas não deve fazer diferença para quem já ganha tanto...

      Um grande abraço meu amigo,

      Daniel

      Excluir
    2. É isso mesmo...seguimos em frente pois acima de tudo temos um objetivo comum...temos muito material e na minha opinião...não curto Turma da Mônica...e nunca fui com a cara sorridente do MS...sempre fui fã de Disney e sempre da forma que puder contribuirei com o trabalho de vocês...que já disse várias vezes e repito...é Fantástico...apoio até o fim seu trabalho amigo...vamos que vamos pois temos objetivos para este ano e não é isso que nos fará desistir...

      abraço
      Matheus

      Excluir
    3. É isto aí Matheus,

      Vou manter o foco na Disney como sempre foi... Temos material a rodo para lançar, milhares de scans inéditos...

      E hoje mesmo, recomeçamos após minhas férias... Incluindo um novo DE...

      Grande abraço meu amigo e obrigado por tudo,

      Daniel

      Excluir
  10. Se eu compro a revista eu empresto para eu quem quiser, seja por meio físico ou pela internet.
    Vai acabar um site para serem depois de um tempo serem criados mais 10.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza amigo...
      Ficam como baixa o QuadrinhosKids e o JMBHQ... Daqui a pouco aparecem mais 10 no lugar...

      Excluir
  11. Quando eu digo que a MSP está afundando, as pessoas riem e até há quem me chama de louco. Você acha que dá vontade de comprar algum gibi da turma da Mônica, vendo todo santo dia o Sr. Mauricio - ou algum funcionário dele - se lamentar por bobagens no twiter??? Eles lamentam sobre tudo. Só eles podem fazer o que bem querem com os personagens dos outros inseridos em suas histórias cada vez mais chatas e xexelentas. A turma da Mônica está ficando cada vez mais chata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já vi... Tanto que não sigo nenhum deles... Tudo é motivo para reclamar, afinal, eles só lucraram 20 milhões ao invés de 20 milhões e 10 reais...

      Excluir
    2. Concordo plenamente Fabiano, a magia dos anos 70, 80 e 90 da Turma já não é mais a mesma.

      Excluir
  12. No site da Turma da Mônica tem um monte de histórias digitalizadas, algumas bem antigas. Estão relançando todas as revistas na Coleção Histórica. Não é suficiente? O problema é porque o público está reproduzindo por conta própria? Não entendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos dois, Kid... Meu raciocínio não alcança...

      Excluir
    2. O problema é que eles mesmos estão afundando a turma da Mõnica. Não quer scans? Ok... Não gostam de blogueiros? Ok... Vamos deixar a turminha da moniquinha em paz, afinal, é mais gostoso assistir ao tombo do que ser acusado dele.

      Excluir
  13. Lamentável essa postura da MSP, tanto q muitos scans eram antigas e não estavam mais circulando. Ficam se preocupando com bobagens e cada vez pior os gibis deles.

    Não li todos os comentários, vou ver depois com mais calma e comentar melhor depois. Nem sei se foi citado aí outro blog q eu gostava muito e costumava baixar, precisou tirar à força todos os seus scans. É o blog "JMB HQ": http://jmbhq.blogspot.com.br/

    No texto deles informam: "Galera, por motivo de força maior o blog vai dar um tempo ok? Espero a compreensão de todos."

    Totalmente ridículo. Pelo menos consegui baixar vários gibis bons antigos, inclusive desse blog. E baixava mesmo os da Ed. Abril e da Globo, porque esses inssossos da Panini quero distância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Marcos...
      Eu comentei que dois sairam do ar... São eles o JMBHQ e o QuadrinhosKids... Hoje caiu o terceiro, o gibi-teca...
      Nós indicavamos os links dos gibis da Ed. Abril, mas infelizmente tudo sumiu agora...

      Excluir
    2. Pois é... lamentável isso ocorrer. Deviam se preocupar em fazer hqs melhores do q ficar caçando blogs aí.

      Excluir
  14. a turma da Mõnica nunca apoiou nenhum blogueiro que falade suas revistas, muito meno aqueles que fazem scans de HQS e isso já não é de hoje, mas a gente faz s postagens e acredito que vocês fazem os scans porque a gente compra as revistas, a gente tem paixão pela obra da MSP e quer compartilhar com as pessoas para que elas comprem também. Agora, fazer uma caça as bruxas desse jeito já é demais!!! é muita arrogância e prepotência a um público que só quer incentivar os outros a conhecer o material da MSP e, com isso, comprar mais. Se eles acham que não precisam, então tudo bem. eles que se virem sozinhos.

    Ja me encheu essa coisa toda. Tem editora que vê a gente como auxiliares de suas vendas, não preciso ficar pisando em ovos pro Sr. Mauricio chato de Sousa que ultimamente vem inserindo conteúdo de outros personagens em suas histórias pra vender bem.

    Eu pretendia comprar a Graphi novel do Chico. Esperei meses e meses por ela. Não vou comprar mais. já nem a anunciei no meu blogue do urso justamente porque já vi uns 30 blogues anunciando ela hoje.... não quero ser só mais um a fazer o mesmo... mas agora nem comprar eu quero. é muito cômodo para eles, apoiarem e pedirem para que se divulguem coisas assim e até pedirem pelo amor de Deus para falarmos da revista do Neymar e depois fazerem essa caça as bruxas besta. Estão pensando que temos cara de palhaço? Eu anda não uso bola vermelha no nariz, não.

    Declaro aqui que estou virando as costas pra MSP, nunca mais colocarei nada no meu blogue sobre a TM. eu não faço scans, mas eles tb não gostam quando a gente faz postagens de suas revistas. Uma vez tentaram "entrar numa" com meu antigo blogue só que eu fiz um escândalo na época e ficaram num "deixa pra lá".

    ResponderExcluir
  15. Muito bem. Mais de 40 comentários em um dia. Se o gerente Maurício ler isso, pode não ter a capacidade intelectual de entender. Então, tomo a liberdade de fazer um balanço até aqui: NINGUÉM ESTÁ CHORANDO A PERDA DOS SCANS DA MSP DA INTERNET! E a maioria está abandonando seguir as publicações atuais. Eu não lia nada da MSP, mas pelos depoimentos dos 40 comentários posso deduzir que quem lia considerava uma queda da qualidade das historietas. Para quem está caindo de qualidade, nada melhor do que tirar da frente dos consumidores um patamar de comparação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Graphic Laços não achei tudo isso que é dito em 9 de 10 sites, já Astronauta Magnetar é realmente bom, mesmo assim é uma releitura autoral e poderia ser
      um astronauta qualquer ao invés do astronauta do Mauricio e continuaria sendo bom, ou seja: não é Turma da Mônica.

      Excluir
    2. Você tocou em um ponto sensível Nãonada... É mais fácil sumir com os antigos bons do quê melhorar os novos...
      Se formos ver, nos relançamentos, eles alteram as falas, os quadros e suprimem o politicamente incorreto... Perdemos a comparação...

      E tem razão amigo, o Magnetar é bom por que é do Danilo, não por que é MSP... Poderia ser qualquer homem no espaço...

      Excluir
  16. O Mauricio tem essas atitudes desproporcionais, alguém se lembra que ele condenou uma bailarina que ganhava seu dinheirinho suado apenas por usar uma máscara da Magali? Ele postou no Twitter que não iria processar a moça mas pensava em notificar a loja que contratou a dançarina por uso indevido da imagem. Quantas escolinhas, creches e lojas de artigos infantis não estariam fazendo uso indevido da imagem dos seus personagens neste momento? Mesmo que ele tenha seus motivos a simples ameaça de medidas judicias soa ridículo, até parece que essas pessoas ganharam rios de dinheiro com o uso
    dos personagens ou que isso de alguma maneira
    tenha reflexo nas vendas dos produtos da MSP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu lembro desta... Com certeza uma moça com a mascara da Magali causa piora nas vendas das revistas e produtos no geral...
      É ridículo e mentiroso a ameaça de protesto... Só serve como arma de intimidação...

      Excluir
  17. Uma pena que o blog gibi-teca está offline podia pelo menos avisar os seus mais de 1000 seguidores
    que o tio Mauricio não gosta de scans. Nessa situação quem os,provavelmente muito mais de 2000,
    visitantes apoiam, o Mauricio ou o dono do blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Havia passado de 5000 seguidores, amigo...

      E todos ficaram sem nada de um dia para o outro... Espero que todos eles estejam felizes com o Mauricio agora...

      Excluir
    2. Menos mal...

      O Admin devia estar pensando a respeito... :)

      Excluir
  18. Quando eu FINALMENTE acho um site pra baixar as TMJs de graça e sem frescura de baixar programa pra acessar o site etc, aí me vem a MSP com essas frescuras.
    Nem se eu tivesse condições pagaria pelas revistinhas (tanto TMs quanto TMJs), a última TMJ que eu comprei foi a 28, na época, era R$ 6,90, agora está R$ 7,50, sem falar das TMs que devem estar em torno de R$ 4,00 né.
    Eu não considero isso PIRATARIA, e sim divulgação gratuita de serviços, o Maurício falou que "é divulgação sem permissão", mesmo assim não deixa de ser divulgação, se você estivesse COBRANDO para divulgar as revistas ele poderia falar, mas não, está divulgando sem pedir nada em troca.
    Futilidade da MSP nesse caso, tendo todas as TMJ e quase todas as TM DE GRAÇA, pra que vamos pagar 7 reais ou 4?
    - Júlia Gabriela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Júlia, pelo visto você já leu Turma da Mônica Jovem demais...

      Excluir
    2. Até parece que quem tem dinheiro para comprar computador, que não custa menos de mil reais, vai preocupar-se em economizar sete reais!

      Excluir
  19. Acho lamentável o termino dos blogs e principalmente me decepcionei com a resposta dada pelo sr. Mauricio no twitter.
    Acredito que se as revistas são feitas para o público jovem, deveria existir sites para se lê-las na internet, já que os jovens utilizam cada vez mais esse meio de comunicação.
    Mas agora que os sites saíram do ar não voltarei a ler os gibis da Panini e principalmente da TMJ, pois para mim era bem mais prático ler os gibis na internet.

    Lamento muito a todos que perderam essa forma tão genial de entretenimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos dois...
      O pior do pior é ele admitir que não vai por na internet por falta de "custo/beneficio"... Então na visão dele não dá lucro... Mas os blogs causam prejuizo...
      Realmente não entendi...

      Excluir
  20. Realmente, entendo que pode haver prejuízo para eles se uma revista que está nas bancas também pode ser encontrada on line... ou então se as pessoas podem saber que encontrarão em breve.

    Acho válida a regra de compartilhar coisas lançadas há alguns anos, pois não acredito que as pessoas vão preferir economizar uns poucos reais para ter acesso às mesmas revistas escaneadas depois de anos....

    Eu só queria saber o que a MSP deixa de ganhar em se impedindo as pessoas de terem acesso a revistas antigas e raras, da época da Editora Abril e Editora Globo. Por acaso as inúmeras estórias de tantas revistas vão ser lançadas editorialmente?

    Acho que quem deve estar gostando disso tudo são os que vendem caro as revistas existentes lá pelo Mercado Livre ou outros meios. Difícil é achar quem venda a preço honesto, pois em sebos e sites de vendas reina a especulação e sede de lucro fácil, privilegiando só a uns poucos que se dispõem a pagar.

    Uma tristeza que, em tudo que há (cinemas, acesso a estádios de futebol, a shows, e agora a gibis históricos), nosso país cada vez mais caminha nesse sentido...

    Vemos que hoje fica cada vez menos democrático o acesso à cultura e à diversão.

    Hoje foi o dia em que Maurício de Souza caiu no meu conceito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo, todas as revistas da época das Ed. Abril e Globo, estão sendo republicadas na Coleção Histórica. Pra isso, provavelmente estão tendo que digitalizar os originais. Mas, pelo que entendi, a MSP prefere que o público compre as edições físicas a tê-las em formato digital.

      Excluir
    2. É complicado Rodrigo...

      Não podemos nos enganar com a cara de paizão sorridente do Sr. Mauricio de Sousa... Ele nada mais é que um mercenário que só pensa em dinheiro...

      Quem valoriza sua criação são os fans... Para ele é um negócio...

      A cultura ficou mais pobre na internet em relação a diversidade, mas sobre quantidade, não deixaremos acontecer... Vamos lançar centenas de revistas Disney, Marvel, DC, Image, Ebal e muitos personagens clássicos...

      Todos poderão curtir a vontade e espero que o Sr. Mauricio de Sousa seja feliz com as "obras primas" que ele criou...

      Um grande abraço...

      Excluir
    3. Mas a MSP não é uma empresa? Se é uma empresa, vive de negócios. Visa o lucro. Quanto a isso, não podemos nos iludir.

      Alguém aqui leu uma entrevista recente em que fala sobre o fechamento do Parque da Mônica? Fechou porque deu prejuízo. E só deve ter outro futuramente se for viável. A maioria das pessoas vê o Mauricio como desenhista, o paizão sorridente mesmo. Mas esquecem do empresário. E como qualquer outro, quer dinheiro.

      Disponibilizar as revistas inteiras (porque historinhas soltas tem um monte no site) em formato digital, na opinião dele, não dá lucro. Por quê? Não sei. Sinceramente gostaria de saber pra não ficar especulando.

      Excluir
    4. oi Kid!

      Depois que postei minha opinião, até fiquei pensando no Coleção Histórica. E você até mencionou.

      Mas, meu amigo, não é bem como você falou... Você disse que "todas as revistas da época das Ed. Abril e Globo, estão sendo republicadas na Coleção Histórica"... Não sei não.... Primeiro que são centenas de publicações, e o que vejo da Coleção Histórica são apenas edições longínquas dos anos 70, da época inicial da Abril.... Não sei como eu teria acesso a revistas anos 80 e 90, e nem acredito que vão mesmo chegar a relançar até nesse ponto... Acredito que vão mesmo ficar só nas primeiras da década de 70.

      A coisa é como eu falei mesmo, amigo.... Beneficia a quem já tem, pra vender caro e especulando pelos Mercados Livres da vida....

      Outra coisa.... Seu eu morasse perto de você e te emprestasse minhas revistas, o que teria de errado nisso? Mas, se você tem acesso às mesmas revistas (pelas quais eu paguei), pela internet, o que há de diferente?

      Tenho plena certeza de que há distinção entre o que é pirataria e o que é compartilhamento. É isso o que esse pessoal que está advogando contra os scans não entende.

      Pirataria, pra mim, é quando alguém tira o proveito, o lucro alheio, para si, e, pelo que sei, ninguém que faz estes blogs está tirando proveito dessa natureza.

      Em verdade, é por puro altruísmo, solidariedade com os outros que não têm como conseguir ter acesso a estas revistas, que já são coisa fora de mercado.

      Reitero o que já disso, que somente acho errado que se disponibilize na internet o que está à venda na banca da esquina. Somente se pode condenar o que, com certeza indiscutível vai prejudicar a venda e o lucro que remunera o trabalho dos artistas e do pessoal das editoras.

      Excluir
    5. Só uma correção: a Coleção Histórica publica, sim, material da Globo (os gibis da Magali, que só ganhou série própria após a primeira mudança de editora), e não tem previsão de término. Ou seja: a intenção é, sim, republicar todo o material da Abril e da Globo, embora isso vá levar anos.

      A propósito, compartilhar os gibis na Internet não é bem como emprestar para um amigo. Uma comparação mais próxima seria se você xerocasse seus gibis e distribuísse várias cópias para as pessoas de seu bairro.

      Excluir
  21. Eu nem fiquei espantado, aliás fiquem bem mais tranquilo, outro dia eu uma pessoa bem legal que disponibilizou um scan de Turba da Vônica e abaixo colocou uma homenagem ao criador, eu bem vi uma sincera homenagem mas conhecendo alguma história do jeito que eu conheço fiquei triste que eu sabia que uma cacetada viria e veio.
    O ilustre Senhor tem lá o seu mérito mas, que te conhece não compra a cara sorridente, quem já mandou escolinha de educação infantil apagar pinturas do muro não merece consideração nem apoio por ter imagens roubadas, está na mesma linha dos Herdeiros que tiraram o QA do ar, plagio por plagio, copia por copia tem umas publicações que nem poderiam circular, mas fazer o que né? quem tem o poder faz uso dele, e muita gente aplaude sem saber o por que.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homenagens não pagam serviços e não tem custo benefício, JotaAranha...

      A não ser que seja incluído um cheque junto...

      Excluir
  22. Quero ver todo esse povo que tá ofendidérrimo com o posicionamento do Mauricio de Sousa, chegar hoje no trabalho e pedir para o chefe pagar seu salário em ~afetividade~ e ~divulgação~ ao invés de dinheiro.

    Outra proposta: vamos todos às Casas Bahia tentar trazer uma geladeira pra casa, de graça. É só explicar pro vendedor que, em troca, vamos fazer propaganda gratuita da marca pra todas as nossas visitas. Legal, né?

    Povo tem mania de considerar arte (música, livros, filmes, quadrinhos, etc.) em um outro patamar, como se todo artista tivesse que trabalhar de graça, apenas por amor à arte e à cultura. Mas olha só: arte também é trabalho, e quadrinhos são um produto, de cujas vendas dependem vários artistas que trabalham na MSP.

    O melhor exemplo é o comentário da Júlia Gabriela, logo acima: "por que pagar de 4 a 7 reais em um gibi que posso ler de graça?" - o que já contraria o argumento de que são publicados apenas gibis antigos e fora de linha, já que ela se refere aos gibis mensais da Turma da Mônica Jovem.

    Como colecionador de quadrinhos, entendo e respeito o trabalho de blogs que se dedicam a preservar digitalmente os gibis mais antigos - que, convenhamos, têm muito mais valor que as mesmas histórias soltas no site oficial, ou em um almanaque. Mas é de uma imaturidade tamanha se revoltar quando o artista, dono da obra, se reserva o direito sobre ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O comentário da Julia parece trollagem e a revolta me parece que é pela ameaça de medidas judiciais. Em casos "amigáveis" a parte que se sente lesada envia um pedido para o site não fazer postagens com o material protegido por direitos autorais, se o site insistir nas postagens é que dado o início do processo judicial.
      Já aconteceu antes? Sim! A editora Abril agiu dessa maneira com alguns sites que postavam Veja e Playboy, o site que eu sei que foi notificado nunca mais postou material da Editora Abril.
      A questão é aqui é a ameaça e o desequilíbrio de forças, caso algum blogueiro fosse condenado seria muito pior para a imagem da MSP, a opinião pública sempre tem simpatia pelo lado mais fraco que não está destruindo financeiramente a empresa e sim compartilhando o pouco que tem.


      Excluir
    2. Curioso Marcelo, que você só cita os detalhes que interessam ao seu ponto de vista...

      Em mais de 70 comentários, o da Julia (que não sei se é piada, sacanagem ou alguém da MSP para desvirtuar a conversa) é o seu exemplo...

      Leia direito por favor... Fomos ameaçados como bandidos... Que tal chegar e conversar?

      "Gente, eu não gosto que postem minhas revistas, etc..."

      É tão dificil assim tratar bem os fans? Ou você acha que estamos no mesmo nível de um pirata de DVDs que na verdade são organizações ?

      Excluir
    3. Sim, concordo que não é legal e nem fica bem pra MSP sair cuspindo processos a torto e a direito. Até estranhei porque esse comportamento não é do feitio do Mauricio de Sousa.

      Lembram da Magaly dançarina do YouTube? Na época o Mauricio disse que não iria processá-la, e até ofereceu emprego para ela no núcleo de teatro da MSP. Mas ao mesmo tempo demonstrou preocupação com o uso da personagem, já que com toda a repercussão que teve, poderiam acabar contratando a menina (com máscara e tudo) para divulgar produtos e serviços contrários ao posicionamento da empresa.

      Imagina se você cria uma personagem infantil, e de repente estão usando a imagem dela pra distribuir panfletos divulgando empresas de empréstimo, compra de ouro e casas de swing? É muito comum receber panfletos desse tipo no Largo da Carioca, onde a menina trabalhava.

      Essas preocupações parecem bobas para nós, adultos, mas são extremamente necessárias para uma empresa que produz material majoritariamente voltado ao público infantil.

      De qualquer forma, acredito que as reclamações aqui seriam exatamente as mesmas se o Mauricio de Sousa decidisse "conversar amigavelmente". Perceba que a maioria das críticas aqui não são sobre a maneira como ele se pronunciou, e sim sobre a proibição dos scans em si. Ainda que tudo fosse discutido amigavelmente, haveria pessoas defendendo o "compartilhamento de afetividade", a "propaganda de graça" e o "ele já é rico o bastante" - que na minha opinião são argumentos fracos, como disse acima.

      Trabalho com design e nessa área é muito comum encontrar clientes que não valorizam nosso tempo e nosso trabalho. "É só um desenhinho", "não posso pagar mas vou divulgar muito seu nome", "faça pela arte e não pelo dinheiro" são frases corriqueiras na profissão, e por isso me revolta bastante ver esse tipo de argumento usado para defender o "pegar de graça".

      Não importa que o "alvo" seja alguém rico e famoso, porque estamos falando de horas de trabalho, dinheiro que cada artista do estúdio investiu em treinamento e cursos, dinheiro para material de desenho e manutenção do prédio da empresa, papel e tinta para a gráfica - entre muitos outros custos de maior e menor porte, que se repetem todo mês. Para nós, leitores, os quadrinhos são apenas diversão, mas para quem os faz eles são trabalho, e merecem ser valorizados como tal.

      Valorizados com dinheiro mesmo, e não com afetividade. Porque quando os desenhistas e roteiristas forem fazer as compras do mês, o supermercado não vai aceitar afetividade como forma de pagamento.

      Resumindo: concordo que a postura do Mauricio de Sousa não foi das mais educadas, mas ao mesmo tempo acho que ele, sua empresa e seus funcionários merecem receber (em dinheiro) pelo bom trabalho que fazem. E acho bem infantil acreditar que todos que discordam de você necessariamente trabalham na MSP.

      Excluir
    4. Eu disse que não sabia se era...

      E os ditos funcionários tem histórico de se infiltrar em sites... Existem casos comprovados... Se você desconhece isto, precisa se informar melhor...

      Excluir
    5. Mas que droga, Marcelo! Você insiste em torcer os fatos.
      Você diz que entendeu que as "reclamações" são por proibição de postar scans e não pela truculência do MS.
      Entendeu errado.
      Repito o que disse ontem: ninguém está lamentando o desaparecimento dos scans da web (sim, há aguns comentários nesse tom, mas nas entrelinhas nota-se a intenção desses de desvirtuar a conversa).
      A indignação é o ponto. Indignação = perceber que alguém não é digno da admiração que lhe devotava.
      Indignado: quem lia. Indigno: MS.
      Creio que posso entender isso com total isenção. Total. Jamais admirei MS. Sempre soube o plagiador que sempre foi. Jamais comprei suas revistolas. Jamais emprestei de amigos. Jamais baixei scans (Deus me livre!).
      Então, estou vendo a questão de fora.
      Quem vê de fora tem opinião isenta.
      Entendo perfeitamente a posição capitalista do gerente MS, indigno de admiração artística (mas muito digno de admiração capitalista, né, Marcelo?).
      Entendo perfeitamente a indignação dos ex-admiradores desse gerente que por muito tempo conseguiu passar algum ar fingido de artista (eu também ficaria indignado se alguém que eu julgasse artista se revelasse mercenário com medo de comparação de obras atuais com antigas).
      Entendo perfeitamente, sim, que os funcionários da MSP correm o risco de ficar desempregados, mas pelo desinteresse de antigos admiradores percebendo que a qualidade das publicações (alguma que existisse) está cada vez pior. Vão deixar de comprar o que se tornou mero produto promocional. Foco apenas no lucro causa isso. (Não estou contra foco no lucro. Estou contra foco APENAS no lucro.)
      Entendo perfeitamente que nessa conjuntura a web era uma ameaça. Por mostrar as obras antigas, melhores que as atuais, apressaria o abandono dos fregueses. Apressaria? Sim, pois sem scans na web o fim dos fregueses também ocorrerá (Fregueses? Sim, para MS são só fregueses).
      Entendo perfeitamente, enfim, que um gerente de personagens, que jamais teve criatividade, apenas copiatividade, só pode lutar contra o óbvio choramingando, pois é impossível para ele melhorar a qualidade.

      Excluir
    6. Eu acho que não vale a pena entrar nesse mérito da qualidade dos gibis, porque isso é uma opinião exclusivamente pessoal. Nós, adultos, sequer somos o público-alvo dos gibis. Gibis estes que continuam vendendo bem como sempre, então mesmo que para nós eles já não tenham o mesmo valor, eles ainda cumprem seu papel junto a uma grande parcela do público.

      No mais, se você nunca foi fã de Mauricio de Sousa ou de seus gibis, não tem porque estar tão incomodado com essa situação, não é mesmo?

      Excluir
    7. Já não estou incomodado.
      Sabe quando alguém avisa, avisa que fulano é assim ou assado, e fica um discurso chato para quem não quer seguir o conselho? E, muito depois, quem não seguiu o conselho vem se queixar para o avisador? O avisador diz:
      -Eu já sabia!!!!!
      Pois é, eu já sabia.
      Estou contente e triste ao mesmo tempo.
      Contente por ter tido razão. Triste pelos fãs enganados tantos anos pelo Gerente Maurício.
      Agora, você, Marcelo (nome parecido com Maurício), novamente está torcendo os fatos. Você está afirmando que quem nunca foi fã de alguém ou da obra não deve se incomodar. Então, no seu raciocínio, quem nunca foi fã de Adolf Hitler ou do genocídio nazista não deve se incomodar com esse baixotinho de bigode quadrado e sua obra holocáustica.
      E mais uma coisa. Parece que você ingenuamente quer dizer que qualidade dos gibis tem valor fulcral para algum destes comentaristas. Não. Releia o que escrevi acima e verá que a falta de qualidade tem valor para os funcionários (eu digo funcionários, MS deve dizer empregados) da MSP que vão perder os empregos por culpa do mesquinho plagiador gerente de personagens.
      Não me parece que você esteja preocupado com emprego, já que disse ser "design", então deve trabalhar numa firma internacional, pois em português diz-se desenhista.
      No mais, (hããã... será que posso começar o § assim, ou v me processa?)
      No mais, se você não trabalha para (ou não é) o gerente Maurício, não tem por que (é separado) estar tão incomodado com essa situação, não é mesmo?

      Excluir
    8. Eu não disse ser "design", e sim designer, que é bem diferente de desenhista mesmo se traduzido ao pé da letra. E desde quando usar termos em inglês já incorporados pela língua é errado, gente? Você por acaso clicou no seu "rato" para acessar este "sítio"? Não força a barra, cara.

      Mas adorei a comparação de Mauricio de Sousa com Hitler, faz todo o sentido. Porque produzir quadrinhos - que compra quem quer, ninguém é obrigado - é quase a mesma coisa que envolver nações inteiras em uma guerra megalomaníaca, né? Parabéns por ser mais uma prova da Lei de Godwin: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_de_Godwin

      Ah, esqueci, na sua cabeça eu sou o Mauricio, né? Nem deveria estar discutindo em um blog. Tenho coisas melhores para fazer, como demitir meus empregados e declarar guerra contra metade da Europa.

      Excluir
    9. Marcelo,

      Parabéns por ser mais uma prova da existência dos trolls (procure nas últimas linhas qual o seu problema):

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Troll_(internet)

      Há trolls de todo tipo, desde o mais ignorante e rude que xinga e provoca floods, até o mais apto intelectualmente que discursa com o objetivo de desestabilizar o interlocutor e levá-lo a fúria para depois desqualificá-lo, matando seu argumento e abalando sua reputação num forum. Para o troll, a reação a um comentário polêmico é considerada uma diversão, uma forma de extrair prazer na indignação das pessoas e observar seu desequilíbrio emocional e mental.

      Há várias sistemáticas desenvolvidas por trolls para actuar num fórum de Internet, entre elas:

      Jogar a isca e sair correndo: consiste em postar uma mensagem de polêmica muito grande já esperando uma grande reação de cadeia e flame war. Porém o troll não se envolve mais na discussão ele some após a mensagem post original e se diverte com a repercussão. Uma forma mais branda é postar noticias polêmicas só para observar a reação da comunidade.

      Induzir a baixar o nível: alguns trolls testam a paciência dos interlocutores, induzem e persuadem a pessoa a perder o bom senso na discussão e apelar para baixaria e xingamentos. Com isso, o troll "queima o filme", consegue que a pessoa se auto-difame na comunidade por ter descido a um nível tão baixo.

      Repetência de falácias: outro método usado que induz ao cansaço, aqui o troll repete seu conjunto de falácias até que leve seu interlocutor à exaustão, vencendo a discussão por abandono do oponente.

      Desfile intelectual: um troll pode ter bom nível intelectual, vocabulário sofisticado diante dos outros discursantes, desfilar referências e contradizer os argumentos dos rivais por conhecimento e pesquisa, muitas vezes os expondo ao ridículo e questionando sua formação educacional.
      Transpor autoria: é muito comum também um troll acusar sua vítima de ser um troll para tirar de sí a identificação como tal, abrindo caminho para alternativas anteriores.

      Ludibriar o leitor: é usado principalmente por postagens de blogs ou em comentários dos mesmos, onde normalmente o material enviado é de procedência duvidosa, ou falta com a verdade.

      Motivações

      O que motiva um troll a agir geralmente são: auto-afirmação, ideologia, fanatismo, sacanagem ou simplesmente ociosidade. Em entrevistas na Usenet, trolls famosos confessaram que buscavam apenas um pouco de atenção e combater o tédio do cotidiano. A maioria deles também portava alguma característica mal resolvida de personalidade, como trauma, fracasso financeiro e amoroso e até diagnósticos psiquiátricos.

      Excluir
    10. A propósito, ao ser descoberto o Troll perdeu...

      Tenha dignidade e volte para a sua caverna...

      Excluir
    11. A resposta de A Gibiteca ao Marcelo diz tudo.
      Só mais uma correção do discurso marceloso:
      Ele não dissera ser 'designer'. Dissera 'trabalhar com design'.
      Ou seja: explora design. Então... ele é um gerente!!!!!

      Excluir
    12. Que mundo é esse em que você vive, em que trabalhar com qualquer coisa é ser um explorador? Acho que nem você percebe o quão absurda é essa sua lógica. Você trabalha, pelo menos?

      E uma dica pro dono do blog: se você não está disposto a ouvir opiniões contrárias às suas, não tenha uma seção de comentários no blog. Na vida real sua opinião também não será unanimidade, e você não pode fugir de opiniões divergentes acusando todos de serem trolls ou funcionários da MSP.

      Aliás, essa é a mesma vida real na qual você não pode levar pão e leite para casa em troca de admiração e propaganda.

      Excluir

    13. Acho que o seu caso é "fracasso financeiro e amoroso"...

      Acertei?

      Excluir
    14. Marcelo está zangado.
      Outra pérola psicológica (a parte do texto dele "não trabalhar" lembrou-me a parte desta máxima "ter preguiça"):
      "Quem vive acusando outros de ter preguiça,
      é porque odeia ter de trabalhar!"

      Excluir
    15. Pergunto se você trabalha porque seu posicionamento é típico de quem não tem que suar diariamente para pôr comida na mesa. Não dá valor ao trabalho dos outros, acha aceitável obter de graça o resultado do trabalho alheio, e acusa todos que trabalham de serem exploradores. Note que eu sequer falei qualquer coisa sobre meu trabalho ou sobre a hierarquia na empresa em que atuo, apenas mencionei minha área de atuação e na sua cabeça já virei um explorador.

      E minha vida financeira ou amorosa não têm nada a ver com essa conversa mas, desculpa aí, não sou eu que estou na Internet chorando as pitangas por causa de meia dúzia de blogs de scans. :)

      Excluir
    16. Então é trauma...

      Tadinho...

      Excluir
    17. Só pode ser provocação. Ninguém pode ser tão *u**o. Não vou nem responder a esse Marcelo.
      Para quem ficar curioso sobre por que não responderei, posso até esclarecer.
      Jamais acusei os que trabalham de ser exploradores. Acusei os "gerentes" de explorar os trabalhadores. No caso particular do gerente Maurício, ele começou sua firma tendo sorte de publicar alguns rabiscos. Neste país, quem está na mídia fica famoso, não precisa ter talento. A demanda por seus quadrinhos cresceu, ele contratou desenhistas. Virou um gerente explorador de trabalhadores. Desenhistas=artistas=trabalhadores que suam diariamente para pôr comida na mesa. Maurício=gerente=explorador que só colhe o dinheiro e paga um salarinho para os que verdadeiramente trabalham.
      Pois bem, vou provar agora que quero que os trabalhadores (não os exploraores de trabalhadores) recebam mais dinheiro por sua arte (já que dar-lhes a glória, colocando seus nomes como criadores das historietas o gerente Maurício não fará).
      Começo aqui uma campanha para DUPLICAR o salário dos DESENHISTAS verdadeiros trabalhadores da MSP.
      Viram? Estou falando de dinheiro! Estou defendendo mais dinheiro para quem trabalha. Porque os pobres desenhistas da MSP não podem chegar no caixa do supermercado e dizer: "Não tenho dinheiro para pagar, mas faço o trabalho do Maurício de Sousa, que merece que eu continue vivo e sem fome para desenhar e dar lucro a ele, mesmo sem dividir o lucro comigo nem colocar meu nome no crédito da historieta que criei."
      Viram? Não acho aceitável obter de graça o trabalho dos outros.
      Viram? Não acho aceitável nem ao menos pagar pouco pelo trabalho de verdadeiros artistas.
      Viram? Não acho aceitável que um sortudo que copiou características que verdadeiros autores tinham estudado da vida real e com isso popularizou-se num país que não tinha forte divulgação dos originais explore trabalhadores, gerencie historietas criadas por desenhistas que, como todo verdadeiro artista, não consegue parar de fazer arte, mesmo que seja a sub-arte que a fome obriga a aceitar fazer.
      Repito: agora, estou falando de dinheiro.
      Que o gerente Maurício DUPLIQUE o salário de seus explorados!
      Trabalhador unido jamais será explorado!

      Excluir
    18. Entendi e concordo, acho que qualquer salário é pouco para a qualidade do trabalho que os funcionários da MSP fazem. Mas fica meio difícil aumentar o salário deles se o povo prefere baixar os gibis de graça na Internet :P

      Nem tou questionando sua opinião sobre o Mauricio de Sousa ser um gerente, mas você disse sim que eu "exploro" design e sou um gerente, no seu comentário do dia 10. A verdade é que eu estou há poucos anos nesse emprego, e bem longe de ser chefe ou gerente de qualquer coisa :P

      Excluir
    19. Aí, Marcelo!
      Pela maneira como você escreve, achei que você não podia ter falha intelectual.
      Agora, que estamos conversando educadamente, posso me dirigir com calma à sua pessoa.
      Num comentário mais adiante, há um cálculo que fiz colocando os 5.000 seguidores do blog que postava scans da MSP em proporção com as 200.000 revistas que devem ser vendidas. Se tiver um tempo, leia e reflita.
      Para além disso, não acredito que esses 5.000 só lessem scans da web. Quem é admirador de alguma personagem, procura conseguir historietas onde for. Muitos desses 5.000 também compram revistas nas bancas, porque o blog não deve ter revistas de menos de cinco anos atrás (se tinham, foi falha não aceita nem pelos outros blogueiros que postam outros artistas).
      Nenhum blogueiro quer tirar o ganha-pão de um desenhista, por isso há esse acordo tácito da antiguidade (que, repito, precisa ser respeitado por todos os blogs).
      Os blogueiros não ganham nada com suas postagens. Pelo contrário, pagam hospedagem em sites de armazenagem (servidores)e gastam tempo em restauração, o que é difícil, pois as revistas antigas não são colocadas na web com as manchas e rasgões com que são escaneadas. Agora, imagine se as postagens fossem cobradas para download. Logo surgiriam "gerentes" que tomariam conta da parte lucrativa do negócio, relegando os atuais restauradores à condição de empregados por salário mínimo.
      Quanto à nossa discussão...
      espero que tenha sido só a vontade de esclarecer nossos pontos de vista, e que você me chamar de vagabundo e eu chamá-lo de gerente tenha sido só o sangue subindo à cabeça. Espero que você seja realmente esse trabalhador honesto que declara ser e que receba sempre o pagamento justo pelo seu trabalho. Espero que você seja um artista de coração e desenhe cada vez melhor, aprimorando sua técnica com o passar das décadas.
      E não se preocupe com scans ou MSP. Nenhum desenhista do estúdio perderá o emprego por causa de scans da web.

      Excluir
    20. ENFIM alguém discutindo com bons argumentos! Parabéns, Marcelo, você tem meu respeito! O único que conseguiu no meio de tanta baboseira escrita! hahahah...
      Acho que estão exagerando demais nessa história toda, mas acho melhor eu nem comentar muito aqui, senão vão achar que eu trabalho na MSP e tô aqui pra "trollar" os comentários.

      Excluir
    21. Nãonada, o seu argumento faz sentido, mas o problema com esse tipo de pensamento é abrir precedentes. É claro que os scans na Internet não estão nem perto de levar a MSP à falência, mas se eles são permitidos, o que nos impede de também postar os quadrinhos de um quadrinista bem menos famoso, que precisaria muito mais dessas vendas? Quanto que um quadrinista precisa ganhar por mês, para que seja aceitável postar seus scans na Internet?

      Eu sei que o caso em discussão aqui envolve apenas a MSP, e que é bem fácil diferenciar o Mauricio de Sousa de um quadrinista iniciante. A questão é que não dá para se basear somente em números, porque o fato do Mauricio de Sousa ter fama e dinheiro não pode ser usado para justificar a distribuição gratuita dos seus gibis. A lei é para todos, e qualquer blogueiro que dedica seu tempo aos scans sabe disso de antemão.

      Sobre a regra implícita de postar apenas material antigo e fora de linha: olha, se esta regra fosse mesmo respeitada, talvez o Mauricio de Sousa nem se incomodaria tanto com os blogs. Mas a maioria dos blogs que publicam material da MSP publicam também os gibis da Turma da Mônica Jovem, poucos dias após o lançamento em banca. Aliás, este é o grande carro-chefe da Gibiteca - não esta aqui, e sim o outro blog de mesmo nome - que, inclusive, já foi citada várias vezes aqui nestes comentários.

      Excluir
    22. Pois é, num outro comentário meu digo que o mercado de arte está atravancado de "medalhões" (gente que por estar na tv é considerada venda certa por editoras e gravadoras). Uma atriz se destaca na novela porque atua de shortinho? Logo aparece um livro de autoria dela! Um escritor novo, que tenha a arte literária no sangue, não tem oportunidade.
      Com quadrinhos é a mesma coisa. Um quadrinista novo com personagem inédito não teria oportunidade. As editoras preferem personagens baseadas em quem aparece na tv, assinadas por algum estúdio veterano.
      Por isso, não se iluda. Você jamais verá um desenhista iniciante publicando uma revista que logo tenha scans na web. Simplesmente editora nenhuma publicará um iniciante (a não ser que seja filho de alguém famoso ou parente do editor, mas aí não terá talento).
      Tanto isso é verdade, que a web está cheia de desenhistas originais com blogs próprios onde disponibilizam sua arte de graça (voltamos à velha regra de que o artista tem compulsão por mostrar sua arte e se ninguém paga, mostra de graça). Há também escritores disponibilizando livros de graça na web, porque editora alguma publica nomes desconhecidos (e os nomes conhecidos publicados pelas editoras só precisam estar na capa para vender mesmo que o texto interno seja de um escritor fantasma). E há cantores(as) e instrumentistas que jamais terão sua música lançada por uma gravadora e sonorizam na web.
      Isto é Brasil, sil-sil-sil, a democracia onde filhos de políticos-raposas-velhas são eleitos para não mudar os nomes no poder vitalício e herdado (democracia ou império?). E não diga que nós os escolhemos quando votamos. Só podemos votar em quem os partidos escolhem para votarmos. E os partidos são das raposas-velhas.

      Excluir
  23. Falando em plágio, acredito piamente que quase todos os personagens MSP são "inspirados" em alguem...

    Afinal, o Penadinho veio depois do Gasparzinho... O Piteco veio depois do Brucutu... As turminhas da Lulu e Bolinha e Snoopy vieram antes...

    Não tem problema, só acho que não deviam ser tão arrogantes como se entre eles houvesse gente que realmente criou como Stan Lee, Marge, Charles Schulz, Bon Kane, Jerry Siegel, Lee Falk e tantos outros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O próprio Mauricio já não disse várias vezes que seus personagens foram inspirados em amigos de infância, familiares e até nas próprios filhos? Isso é notório!

      O problema é que muita gente, por causa dessa atitude do Mauricio, já está aproveitando pra atacá-lo por outros motivos. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra, gente. Vamos com calma.

      E sobre personagem "inspirado" em outro mais antigo, isso eventualmente pode acontecer, oras! O Capitão Marvel não foi acusado de ser "inspirado" no Superman? O que não dá é o cara copiar.

      Excluir
  24. Visitem nosso amigo Luis e veja a imagem:

    http://chutinosaco.blogspot.com.br/2013/08/foi-mera-coincidencia.html

    ResponderExcluir
  25. Li os comentários do site gibi-teca que posta Turma da Mônica Jovem, a maioria está indignada com a atitude do Mauricio, que deixou de ser
    aquele Tio legal mostrando o lado puramente
    capitalista do empresário interessado apenas no
    retorno $$$.
    Seria bom se o blog do Renato retirasse apenas as postagens da MSP continuando com o blog para que seus visitantes possam expressar o descontentamento com a atitude do Sr Mauricio.
    O cara tem o apoio de mais de 5000 seguidores, impossível alguém da MSP ignorar a opinião dessas pessoas.
    Não fecha o blog Renato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isto aí...

      Creio que muitos fans se decepcionaram com o tio sorridente e bonzinho... Algumas respostas são ótimas:

      Pessoa - Compartilhar é algo afetivo
      Mauricio - Afetividade não paga serviços

      Pessoa - Então venda os gibis para iPad
      Mauricio - Não tem custo/beneficio

      Enfim...

      Espero que alguem aqui acredite que a MSP tem problemas em pagar suas contas...

      Excluir
    2. Qual é o custo de lançar uma versão digital dos gibis que são todos finalizados no computador? Já o beneficio é baixo, o valor teria que ser bem menor que a revista em banca e titio Mauricio deixaria de ganhar mais dindim!

      Excluir
  26. Olá, amigos.
    Eu tinha levantado essa questão da "criação" de personagens ontem em A Gibiteca. Não lembrava o nome do 'sujinho' de Charles Schultz, e agora o pessoal do blog Chutinosaco até colocou a imagem. Perfeito!
    Quanto a revistas... eu também tinha grande coleção de revistas Disney, de 1967 a 1973. Quando fiquei adulto, achei ridículo guardar aquilo. Vendi tudo. Depois de algum tempo, comecei a ter um sonho recorrente. Sonhava que havia recuperado todas as revistas. Pois é, estava com saudade. Não devemos livrar-nos de coisas que foram colecionadas com emoção. Anos depois, num "sebo" encontrei mais revistas Disney até do que eu já tivera. Refiz a coleção. Se formos colocar em termos estritamente monetários, como é o pensamento de certo "gerente" de quadrinhos, eu paguei duas vezes pelas mesmas revistas.
    Mudando de assunto (mas vou voltar aos quadrinhos): em 1989, comprei o LP View from the House, da Kim Carnes. Novo, na loja, vindo direto da gravadora. Sim, era novo, mas já vinha de fábrica cheio daqueles ruídos hisssss, pop, crrrrrrrr (não adiantava trocar). Quando CD começou a ser vendido no país, procurei como louco esse título. Jamais consegui. Hoje, neste momento, graças a um site de compartilhamento, estou ouvindo em mp3 de alta qualidade as faixas desse título, pela primeira vez sem ruído. Lembrem-se: eu já paguei, em 1989.
    Voltando aos quadrinhos: nas longínquas décadas de 60 e 70 as revistas tinham um defeito de impressão. Contornos e letras pretos na maioria ficavam impressos "desacoplados', sem coincidir. Novamente, graças a scans, vejo historietas com cor exatamente dentro do contorno respectivo, pela primeira vez. E, lembrem-se, eu já tinha pago duas vezes.
    Mais uma coisa: tanto a digitalização quanto o download têm caráter emotivo. Digitalizar demora, dá trabalho e só fazemos de algo que temos orgulho de ter e queremos mostrar para outros. E quem baixa o scan também age com emoção. Eu sou um exemplo: não me interesso por historietas ou revistas que não sejam daquela época da infância em que primeiro tive minha coleção.
    Acho que todos que "downloadeiam" ficam felizes quando pensam: "Uau! Eu já tive essa revista nas mãos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mp3 320 kbps, qual site?

      Excluir
    2. Não lembro qual exatamente, mas os últimos onde procurei música foram estes:
      http://www.downturk.net/
      http://filesamba.com/
      http://www.dltobe.com/
      http://www.freshwap.me/
      http://www.downtr.co/
      http://mimusicacvs-cvarela.blogspot.com.br/
      http://rapidog.com/
      http://www.rlsbb.com/

      Excluir
  27. Sr Mauricio, parte da sua história está sendo escrita com a ajuda da internet!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isto tudo vai repercutir por muito tempo ainda...

      Excluir
  28. Uma tremenda sacanagem do Mauricio proibir scans de suas revistas e totalmente sem noção ficar caçando todos os blogs que postam downloads das revistas. muita falta do q fazer.

    Daqui a pouco não vai querer nem que mostremos capas dos gibis antigos e nem q a gente fale mal da MSP. Eles não comercializam suas edições em versão digital e no site deles ultimamente só colocam hqs chatas de 2007 já da era da Panini.

    Acho q não ter scans de gbis atuais em banca até tudo bem, mas gibis fora de circulação de 20, 30 anos atrás não vejo problema. E se é por causa da Coleção Histórica, vai levar muitos anos para gente ler a edição da Mônica nº 163 da Ed. Abril, por exemplo. Não tem motivo para isso.

    É lamentável. Sugiro q não comprem os almanaques novos das bancas e compre só os antigos em sebos só para não dá dinheiro pra eles. É única alternativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sugiro que não comprem nada... Assim que as vendas cairem ele vai sentir no bolso a besteira que fez...

      Excluir
  29. Eu acho a maior babagem a atitude do Sr. Mauricio. Eu nunca baixei nenhuma revistinha dele, na verdade a única que curto é a do Chico Bento, a qual sempre compro no supermercado. Mas, baixo a Donald Duplo, personagem que conheci na Revista do Tio Patinhas que comprei em promoção. Aquelas que vem em dupla, pois são de tiragens “antigas”. O problema foi que as histórias eram em série e eu só ficaria sabendo o final dela se tivesse o prazer de ler os próximos números. Procurei feito louca, até no site da editora entrei, simulei comprar e para minha surpresa o frete(para minha cidade) por exemplar saia uns R$ 20,00 + o valor das revistas, e saibam que a tal série era dividida em 4, e adivinhem eu só tinha as duas primeiras. Caro demais para o meu orçamento. Mas, foi que como um milagre conheci a Gibiteca, que me possibilitou a leitura da coleção do Donald Duplo que jamais teria acesso, acalmado minha frustração da época. E acabei estendendo meus interesses para o Mickey MM (aguardo ansiosa os scans). E apesar disso, continuo comprando as revistas que curto. Não prejudico ninguém, muito menos levo alguém a falência. Então, ao pessoal da Gibiiteca agradeço, e parabenizo. Continuem com o trabalho maravilhoso que realizam.
    Abraços
    Fabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Fabi,

      Muita gente não reconhece nosso trabalho, mas nós gastamos muito tempo para possibilitar este tipo de alegria as pessoas...

      No caso do DD e do Mickey MM, traduzimos, tratamos, letramos, editamos e postamos... E é muito legal saber que visitantes como você aproveitam nosso trabalho...

      Mas sermos comparados com bandidos (você toma atitudes judiciais contra eles) foi demais...

      Um grande abraço...

      Excluir
  30. Acho que muito já foi dito e o que resta é esperar que o tempo mostre pra gente o desenrolar desses fatos na prática. Da minha parte, não pretendo compartilhar material da MSP tão cedo, pois assim como acontece com os SCANS, a MSP também não gosta de blogueiros que ficam fazendo matérias de suas revistas usando imagens delas. Eles disfarçam por uma questão de educação, a política da boa vizinhança que existe nesse sistema capitalista, mas eles nunca gostaram. Achei que o tempo tivesse feito a empresa mudar os olhos para isso, mas pelo jeito parece que não. O que existe agora é muita pose, muito disfarce, muito tratamento velado em nome da boa política e dos bons costumes para não afetar as vendas das revistas. Mas se a vontade da empresa ainda é a de que não podemos compartilhar scans, eu como blogueiro, também sei que não vão me olhar bem com as postagens que faço, então eu obedeço à vontade da empresa.

    A turma da Mônica não é algo que me faça morrer de fome, de angústia, de depressão e nem de coisa alguma. Portanto, tudo é substituível. O dinheiro que usaria para comprar as revistas da MSP, compro outras de outras empresas. Afinal, capitalismo é assim. Se sou agradado, consumo o produto daquele que me agradou. Mas aquele que me desagrada, me perde, e fica sem meu dinheiro. Eu sou consumidor da turma da Mônica desde quando me dou por gente. Tenho 36 anos hoje. E atualmente não apenas consumia as revistas da MSP para mim mesmo como também presenteava pessoas com elas. Até há 02 dias atrás, eu presenteei uma pessoa com a CH36.

    ResponderExcluir
  31. Em momento algum questiono capitalismo da arte. Seja do Mauricio ou do Zé da rua de cima, ambos merecem receber quando trabalham. Mas quem pensa nesse trabalho artístico apenas com vista no capitalismo em si, ainda que isso implique o direito legal de menosprezar fãs de anos e anos, não está com uma boa visão de mercado artístico. Arte é algo que se vende através de conquista, de gentileza, de muita paciência, tolerância, e tapinha nas contas do cliente. Caso contrário, a arte não é vendida e a pessoa prefere comprar um monte de pilhas para sua máquina digital, gastar o dinheiro com pizza, cerveja, mulherada, michês, video game, tablet, I-PHONE e tanta coisa que é oferecida hoje em dia e que principalmente as criancinhas estão sabendo utilizar muito bem. Os gibis são comprados a essas criancinhas por causa de seus pais, pois as crianças de fato sequer fazem questão deles. Elas estão ocupadas demais mexendo em celulares ou qualquer outra novidade tecnológica, ou no mínimo assistindo discovery Kids ou um vídeo da galinha pintadinha.

    Se um dia a turma da Mônica não for mais publicada, a maior fatia que irá se lamentar não serão essas criancinhas. Elas serão a minoria da minoria porque, para muitas delas, tanto faz. Foi assim com Snoopy, Luluzinha, Gasparzinho, Disney e é assim também com a turma da Mônica que, ao contrário dos outros títulos, ainda detém um público bem infantil sim, porém, esse público não é tão grande e forte como a empresa quer dar a entender que seja. É por isso que nas vezes em que falei que o Maurício é quase uma multinacional, e que tal comportamento de exclusão dos scans seria muito mais compreensível se fosse de um artista novato. Por que o Maurício já tem 50 anos de carreira. ele tem cabelos brancos e muitos aninhos de vida pública. Ele, mais do que qualquer outro iniciante, devia estar consciente de que arte se vende com gentileza, com tolerância e com sabedoria. Um iniciante, por uma série de motivos, não teria, talvez, essa visão. Mas ele, que já tem décadas de experiência e uma vida que não justifica faniquitos, já devia saber disso.

    Da minha parte, fica um ADEUS dolorido. Não me importa que os personagens eram plágios. Eu sempre soube, mas e daí? O que importa é que esses aí da MSP fizeram parte de minha vida toda. E simplesmente esse encanto foi se acabando aos poucos por esses caprichos da empresa. Por mais que eu insistisse em manter esse encanto, esses tipos de acontecimentos mexeram com meu emocional até que finalmente posso dizer que não sobrou mais nada aqui no meu coração.

    Não vou dizer que desejo sucesso a MSP, pois nenhum daqueles funcionários faz ideia de como venho me sentindo. Ninguém dá importância. A dor está em mim e é só minha. A única coisa que tenho a dizer é que tal fato não precisava ter acontecido. A turma da Mônica foi muito importante na minha vida, mas que bom que acabou. No final das contas, é o remédio amargo que sempre faz o melhor efeito.

    Abraços. Vou dormir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consigo acrescentar uma palavra Fabiano...

      Quanto mais valorizamos uma coisa, mais dói a decepção...

      Um grande abraço meu amigo,

      Daniel

      Excluir
  32. Também acredito que afetividade não paga serviços, alias de verdade não paga mesmo mas nem tudo é ferro e fogo, se não fosse a afetividade, um certo repórter (nem sei se a palavra correta é repórter mesmo, mas vá lá) repórter policial medíocre que ficava nos plantões policiais na madrugada rabiscando figurinhas engraçadinhas não teria sido encontrado e levado a ser o que é hoje.Bem faz o Ziraldo e mais um mundo de gente genial que vive a vida e não tem pretensão de ser um Deus todo poderoso, dono de todas criaturas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto ele esquece... Se não fosse a efetividades das pessoas, ninguem iria querer ler as coisas que ele desenhou...

      Agora que é rico, só importam os números...

      Abraços amigo...

      Excluir
    2. Olá, amigos.
      Ser artista: o que é.
      A Arte é uma musa dominadora. O verdadeiro Artista começa a vida só fazendo Arte, sem pensar em mais nada. Muito menos dinheiro.
      Nos Estados Unidos não existe nenhum artista sem agente. Algum desconhecido cantou bonito num bar? Aparece um agente. Algum desconhecido desenhou historinhas numa embalagem de supermercado? Aparece um agente.
      "O artista precisa de orientação sobre o valor de seu trabalho. Se depender só do artista, ele entregará sua obra de graça só pelo prazer de vê-la admirada." (Quem disse isso, não lembro agora, mas está numa das minhas centenas de Reader's Digest.)
      O MS não gosta da admiração alheia. Por isso digo que não é um artista. É um gerente.


      Excluir
    3. Realmente ele não está nem aí... O que importa é a grana...

      Excluir
    4. Mas se o verdadeiro artista entrega suas obras de graça, ele paga suas contas com o quê? Como se dedicar inteiramente à arte, se lucar com ela é "errado" e preciso usar meu tempo para um "emprego de verdade"?

      É como disseram em um comentário aqui em cima: nas Casas Bahia, na padaria e na conta de luz, ninguém aceita admiração como forma de pagamento.

      Excluir
    5. Oi, anônimo. Leia e entenda, antes de perguntar, senão vou ficar repetindo até quando?
      Sim, o verdadeiro artista só quer ser admirado. Sabendo disso, firmas "agenciam" artistas. São agências artísticas. Aqui no Brasil isso não é feito às claras. Alguém se declara artista, tem sorte de ser publicado e aumentar a fama, contrata artistas para atender a demanda... e esses artistas, quando percebem, estão fazendo todo o trabalho criativo do iniciador do negócio, que se tornou um "gerente". Bem pior do que um agente, que nos "States" sai em campo para vender o "peixe" do artista.
      Aqui, os artistas ficam à mercê do gerente, que não os promove (para o público conhecê-los) nem larga o próprio título de artista, embora só seja um chefe, um feitor. Por isso falo em "explorar". Não quer que eu conte a história de Cyrano de Bergerac, também?
      Sim, o verdadeiro artista só queria ser admirado no passado. Leia História da Arte. Desde que o primeiro pintor traçou figuras com um pincel, temos histórias de artistas famintos que não vendiam fácil seus quadros (porque é difícil vender arte) e voltavam para casa antes de insistir muito, porque a vontade de pintar, a necessidade da alma de artista era maior que a necessidade de viver (ter dinheiro para comprar comida e matar a fome). Quantos morreram na miséria! E, desses, temos muitas obras valendo milhões, hoje, décadas ou séculos após sua morte.
      Sim, o verdadeiro artista só quer ser admirado. Nos 'States' o binômio agente/artista é hoje como o histórico binômio patrono/artista. No Brasil, o binômio gerente/artista não tem nenhuma semelhança com o histórico patrono/artista. Os patronos deixavam a glória para os artistas.
      Você, anônimo, perguntou "como se dedicar à arte, se lucrar com ela é errado, e é preciso ter um emprego de verdade?" Exatamente o que fazem milhares de artistas que não se subjugam a um gerente no Brasil. Trabalham fora o dia todo e, no tempo vago, trabalham em sua arte. Então, quando tentam publicá-la, esbarram na negativa de editoras e afins que estão assoberbadas com obras bobas de gente que aparece na tv (já viu q qualquer um da tv escreve livros e grava discos? E... têm talento?)
      O mercado está atulhado. Quem trabalha na MSP se sujeita a desenhar ali porque pelo menos está desenhano e ganhando seu salarinho como desenhista. Mas o gerente MS não é um patrono. Ele fica com toda a glória.

      Excluir

  33. Responda estes Twitter´s Sr. Mauricio de Sousa:

    @mauriciodesousa é mais muitas dessas pessoas só estão tentando ajudar outras q não podem pagar por um gibi mesmo gostando muito de lê- los

    @mauriciodesousa o paulo coelho autorizou a cópia de seus livros e as vendas aumentaram. você poderia fazer o mesmo.

    ResponderExcluir
  34. Fiquei curioso.
    Alguém sabe qual é a tiragem de alguma(s) revista(s) da MSP?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenhos dados do IVC (Instituto Verificador de Circulação) de 2010 e 2011:


      Revista ---- 2010 ---- 2011
      Monica ---- 145.662 ---- 128.312
      Cebolinha ---- 144.991 ---- 123.411
      Magali ---- 133.743 ---- 108.879
      Cascão ---- 128.016 ---- 106.720
      Chico Bento ---- 130.407 ---- 106.140
      Pato Donald ---- 9.058 ---- 22.676
      Zé Carioca ---- 7.740 ---- 21.708
      Mickey ---- 8.378 ---- 21.582
      Tio Patinhas ---- 8.131 ---- 20.783

      Resumindo, quando explodiu os blogs de scans Disney, as vendas subiram em média 160% da Disney e cairam em média 16% da Mônica...

      Não tenho dados de 2012 e 2013, mas considerando a quantidade de especiais Disney que andam saindo, as vendas DISNEY subiram muito mais... E nunca houveram tantos scans a disposição...

      Pensem nisto...

      Excluir
    2. Obrigado, Daniel.
      Seu raciocínio é perfeito. Pois quanto mais lemos Disney, mais queremos ler. E queremos 'novo'. Uma das estratégias de 'marketing' é colocar a palavra 'novo' numa embalagem. Um publicitário disse "Baixaram as vendas de um sabão em pó? Ponham 'novo' na embalagem!"
      Ninguém resiste a novidades. Alfred Hitchcock disse, nos anos 50 ou início dos 60: "Todos os filmes já foram filmados. Só continuamos a filmar porque o público quer o 'novo'." E é verdade. A ver um filme da década de 60 ou a refilmagem de hoje, o público prefere a de hoje. Figurino, cenografia, maquilagem e cabelo atuais ajudam o público a identificar-se com os protagonistas e a identificar nos antagonistas algum chato que incomode na vida real.
      Os scans de quinze anos atrás são para gente de quinze anos atrás.
      Alavancam as vendas porque essa gente apresenta aos filhos, que querem revistas atuais, que estão nas bancas.
      Mas...
      pedi a tiragem por outra razão. Um cálculo que quis fazer. Na minha infância, emprestávamos revistas. Um pato comprado na banca "andava" por dez lares, em média, e era lido por 3 pessoas, em média, em cada lar. 30 leitores para cada venda.
      MSP vende umas 200.000 revistas por mês? Estou descontando o que não é vendido e é devolvido pelas bancas.
      Numa dinâmica de empréstimos, 30 pessoas X 200.000 dariam 6.000.000 de leitores. Vocês citaram o site que tinha 5.000 seguidores dos scans de MSP.
      5.000 em 6.000.000 é nada, em termos de leitores.
      5.000 em 200.000 é nada, em termos de vendas.
      O "gerente" não sabe calcular. Por isso não conseguirá calcular os números da repercussão que seu destempero terá na internet.
      Na web, multiplique por 100. Uma postagem, aqui, do Daniel, resultou 100 comentários (e contando).
      E há pelo menos um outro blog, o Chutinosaco, comentando e informando (figuras comparativas de plágio). E isso foi só o que eu vi. Não acesso redes sociais, por isso nem sei quanta repercussão o assunto já causou em Facebook e Twitter.
      "Definição" de tiro no pé = alguém extremamente afoito, apressado em atirar, atira antes de mirar e acerta o próprio pé.

      Excluir
    3. Obrigado Fabiano...

      E Rodrigo, perfeito o tiro no pé... Talvez o problema seja o pensamento igual das gravadoras que queriam continuar nos obrigando a pagar 40,00 por um CD por causa de uma musica...

      E vejamos o poder da Internet:

      Minha postagem em alguns dias tem um público que normalmente demora um mês... Tem 15x mais comentários que o normal...

      O Chutinosaco está lá também...

      O site Gibi-teca que tem a TMJ como carro chefe está avisando que vai ser encerrado e tem 90 comentários de ontem para hoje...

      E outras pessoas estão se engajando... Olhe só esta:

      http://omundomagicodavicky.blogspot.com.br/2013/08/camapnha-eu-apoio-gibiteca.html

      Bom, os políticos descobriram o poder da Internet... Aqui e no Oriente Médio... Quem sabe os empresários chegam lá também...

      Abraços meus amigos...

      Excluir
  35. Acho que vocês deviam cair na real: o Maurício de Souza é o criador e detentor dos direitos de publicação e ele pode pedir a retirada do material da Internet, e acreditem ele há muito tempo sabe dos scans e até demorou a fazer isso. HQs não são criadas por mágica, nós vivemos em uma sistema capitalista onde precisamos ganhar dinheiro pra viver e pagar nossas contas, os profissionais que trabalham na criação das HQs também merecem receber por seu trabalho, e ter condições dignas de vidas. Pensem em vocês mesmos: quem aqui iria trabalhar de graça? Se os scans na Internet estão prejudicando a MSP, então ele tem o direito de fazer alguma coisa contra isso, muito pior do que não ter mais scans na net seria a MSP a falência e não produzir mais HQs.

    ResponderExcluir
  36. Anônimo, a questão é que talvez os scans (e o compartilhamento deles) não gerem tanto prejuízo assim à MSP e sim, esses direitos de publicação aí que você falou. Só e apenas a MSP é quem deve publicar as histórias da Turma da Mônica, seja físico ou digital. Eles entendem assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí, amizade!
      Ninguém está lamentando a saída dos scans da rede, como nossos detratores insistem em comentar. É só voltar à nota original do Daniel Alencar que originou esses 135 comentários (e contando).
      A nota apenas explica por que blogs que postavam MS saíram do ar.
      Não lamenta a falta de scans MS na rede. Não chora.
      Só explica a indignação que levou ex-admiradores, agora indignados, a deixar de seguir o indigno MS.
      Qualquer comentário que expanda os motivos de MS ser indigno de admiração é apenas mais apoio aos blogueiros que se indignaram.
      Qualquer comentário abaixo dessa nota que invente coisas que não estão na mensagem está tentando deturpá-la.
      A mensagem não nega direito a pagamento de direitos autorais ao MS. A mensagem não nega nem mesmo direito a proibição de colocar scans específicos em blogs.
      A mensagem apenas explica e apoia a decisão dos blogueiros indignados que cessaram de admirar MS, que é indigno de admiração.

      Excluir
    2. Exatamente. Mais claro que isso, só se tiver que desenhar.

      Excluir
    3. Obrigado, Fabiano.
      Também li seus comentários, e são todos absolutamente claros.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  37. Estou muito triste e decepcionada como MS, acho que quem é fã de verdade compra as revistas mesmo se estiver disponível na net, mas os blogs fechados traziam conteúdos antigos e era muito bom... Realmente meu dia ficou mais triste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei como se sente, Karine...

      Fans de verdade comprar, incentivam outras pessoas a comprar, fazem propaganda... E dói ver que você admira uma empresa (não uma pessoa ou um artista) que considera o lucro mais importante que tudo...

      Lógico que precisamos pagar pelas coisas... Lógico que o lucro é importante... Mas o amor pelos personagens deveria valer alguma coisa...

      Enfim... a vida continua...

      Um grande abraço...

      Excluir
  38. Calma galera! Vai passar. Se nem as grandes editoras americanas não conseguiram acabar com os scans, muito pelo contrário, em torrent, todo o lançamento do dia pode ser baixado em um link só, imagina a MSP. É só aguardar a poeira baixar, ou arranjar formas alternativas de download (p2p); forma que ninguém conseguiu acabar.
    Pronto, é simples.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo...
      Scan por scan, com certeza as pessoas dão um jeito... Torrent, foruns, grupos de email, gente vendendo no ML (revoltante, mas tem)...
      O problema é se sentir um idiota de admirar uma empresa, pensando que se tratava de um artista... Afinal, "afetividade não paga serviços"...

      Excluir
  39. Caro Anônimo:
    Leia tudo. Ninguém está querendo scans da MSP. Todos os que eram fãs decepcionaram-se irreconciliavelmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é realmente o ponto X da questão...
      Fico imaginando se um ídolo do rock ou das corridas dissesse que seus fans que formaram um fã clube e distribuem fotos e lembrancinhas, são bandidos e merecem ir para a cadeia qual seria a reação gerada...

      Excluir
    2. A decepção foi com a atitude do Mauricio então?

      Excluir
    3. Claro... A Internet é um campo aberto ao diálogo... Você ameaça com "medidas judiciais" bandidos... Com fans de uma vida toda, você conversa...
      Nunca ganhamos um centavo com scans... Mas se estavamos prejudicando-o, que nos falasse isto... Explicar e pedir é tão difícil assim?

      Excluir
  40. Eu também estou muito triste, mas não com o sumiço dos scans da TM dos blogs, mas sim pela decepção de ver que o Sr. Mauricio eh apenas mais um daqueles que não está nem aí para os fãs, mostrando descaso com o prestígio que os mesmos dão a ele (não engoli até agora a resposta infeliz dele sobre o compartilhamento de afetividade não pagar serviços)... Baixei muitas scans, mas também comprava muitas revistas e livros da TM (o que depois disso não farei mais). Não sei em que mundo o Sr. Mauricio vive para dizer que edições digitais não dão dinheiro. Hoje em dia a grande maioria das revistas (e jornais) físicos possuem versão digital! E alguns até deixaram a produção de material impresso para se focar só no online, pois foi onde obtiveram mais lucro. Eu compraria as edições históricas da turma da Mônica se as mesmas fossem lançadas online, por exemplo, pois tive de parar de comprar as versões físicas por falta de espaço em casa. Mais pessoas disseram que comprariam revistas digitais e ainda assim Mauricio disse que não dá $$$. Vai entender... Só sei que ele perdeu mais uma fã (e consumidora de seus produtos). E infelizmente hoje o blog gibi-teca foi excluído... Mais do que triste, estou muito, muito decepcionada com o Sr. Mauricio. E pensar que aprendi a ler com suas revistinhas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como se sente Vanessa...
      Doeu mais o "afetividade não paga serviços" do que a ameaça das "medidas judiciais"... A ameaça poderia não ser direcionada a mim, vai saber... Mas ouvir que meu amor pelos personagens só vale alguma coisa se eu pagar uma revista foi de lascar...
      Imagino crianças carentes que veem os gibis nas bancas e de vez em quando leem uma revistinha emprestada de um amigo (ainda não é crime) ou na biblioteca da escola... Então elas amam a turminha, mas como não pagam por ela, seu amor não conta???

      Excluir
    2. A mim doeu mais isso tb... Mostrou que ele não está nem aí com o carinho e prestígio do público. Mas digo que sem a afetividade dos fãs, ele não teria o sucesso que tem hj em dia... Espero que ele veja isso antes que seja tarde demais. Imagino a decepção que vc sofreu, o trabalho que vc faz aqui não eh qualquer um que faz não e pra fazer sente-se claramente que vc põe td seu coração nisso e ae vem o cara e fala aquilo... Ainda bem que os outros entendem e tem muita consideração pelo trabalho realizado aqui. Pirataria eh uma coisa, preservação da história eh outra e espero que algum dia o Sr. Maurício entenda isso...

      Excluir
    3. Onde ele falou que nosso amor pelos personagens só vale alguma coisa se comprarmos revistas? No twitter?

      Excluir
    4. Sim...

      Após a "ameaça judicial", uma menina comentou que os scans não são feitos com más intenções e que eram apenas fans compartilhando... Ela definiu como "Compartilhamento de Afetividade"... A resposta foi:
      "não dá pra pagar serviços com compartilhamento de afetividade."

      Mas então paga-se serviços com "dinheiro" é claro... Então quem não dá "dinheiro", mesmo que "tenha afetividade", não importa...

      E com isto cada um entende como quiser...

      Excluir
  41. Talvez haja uma esperança para novos desenhistas-autores. Com tanta decepção com os "tiozões", por que não escrevemos cartas e/ou e-mails às editoras exigindo concursos culturais cujo prêmio seja a publicação de uma revista em quadrinhos "piloto" que, se bem vendida, possa tornar-se mensal?
    Poderíamos ter belas e criativas surpresas!
    E vocês que desistiram de comprar MSP, não estão com vontade de procurar novas personagens nas bancas de revistas?
    Precisamos de novidades e de verdadeiros artistas. Na real, merecemos. Não só nos quadrinhos. O mercado de arte está atravancado de "medalhões" (gente que por estar na tv é considerada venda certa por editoras e gravadoras). Uma atriz se destaca na novela porque atua de shortinho? Logo aparece um livro de autoria dela! Um escritor novo, que tenha a arte literária no sangue, não tem oportunidade.
    Um quadrinista novo com personagem inédito não tem oportunidade. As editoras preferem personagens baseadas em quem aparece na tv, assinadas por algum estúdio veterano.
    Tanto isso é verdade, que a web está cheia de desenhistas originais com blogs próprios onde disponibilizam sua arte de graça (voltamos à velha regra de que o artista tem compulsão por mostrar sua arte e, se ninguém paga, mostra de graça). Há também escritores disponibilizando livros de graça na web, porque editora alguma publica nomes desconhecidos (e os nomes conhecidos - de caras da tv - publicados pelas editoras só precisam estar na capa para vender mesmo que o texto interno seja de um escritor fantasma). E há cantores(as) e instrumentistas que jamais terão sua música lançada por uma gravadora, e sonorizam na web.
    Isto é Brasil, sil-sil-sil, a democracia onde filhos de políticos-raposas-velhas são eleitos para não mudar os sobrenomes no poder vitalício e herdado (democracia ou império?). E não digam que nós os escolhemos quando votamos. Só podemos votar em quem os partidos escolhem para votarmos. E os partidos são das raposas-velhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe...
      Só nos resta ver o resultado que toda esta comoção vai gerar...

      Excluir
  42. http://img211.imageshack.us/img211/9971/00ei.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Plágio é apelido...

      Ops, é apenas uma inspiração...

      Excluir
    2. Qualquer semelhança NÃO é mera coincidência...

      Excluir
    3. Ah gente, não força! Por favor...

      Excluir
    4. Caro anônimo.
      O Jotaranha não forçou ninguém a olhar a capa MSP copiada de uma capa criada por Jorge Kato.

      Excluir
  43. Caros frequentadores,

    Apesar do direito de expressão ser assegurado pela constituição, não vou tolerar palavrões e ofensas contra mim ou contra qualquer visitante...

    Eu eliminei um comentário anônimo que se enquadra nisto... Se persistir, vou tirar a opção de comentários anônimos para evitar os nossos amigos das cavernas, os Trolls...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahh! não vale, se tirar os Anônimos, vamos rir do que?

      Excluir
    2. Hahahahaha... Tem toda a razão, Jotaranha...

      Tinha me esquecido deste detalhe... Bom, por hora estão mantidos... Vamos ver a próxima pérola...

      Excluir
  44. O Mauricio chegou a se pronunciar depois da repercussão negativa que as mensagens dele no twitter tiveram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que eu saiba não , Vanessa...

      Inclusive tem vários questionamentos no Twitter sobre o preço das revistas, sobre crianças carentes que não tem dinheiro e mais alguns...

      Ele não respondeu nenhum...

      Excluir
    2. Eu vi que deixaram msg no facebook da msp no topico do novo site sobre o caso gibi-teca e tb não houve qq resposta.

      Excluir
  45. Também , nós estamos querendo que um GRANDE HOMEM IMPORTANTE que até já viajou pras estranja nos responda com mais do que seu altivo silencioso desprezo.

    ResponderExcluir
  46. Falando em inspirações, o robô na capa de Chico Bento Pavor Espaciar é quase igual ao robô inimigo de Monstros vs Alienigenas...

    Só puseram um olho a mais...

    ResponderExcluir
  47. Mas tem um detalhe legal nestas inspirações... O AsTORnauta dos Vingadoidos diz que é filho de MauriciODIN...

    Faz sentido... Odin não é o "Todo Poderoso"?

    ResponderExcluir
  48. Os estudiosos do idioma precisam reunir-se e criar uma palavra que designe um distúrbio mental mais intenso do que MEGALOMANIA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se eu sugerir uma palavra que designe distúrbio mental maior que Megalomania poderei ser processado.

      Excluir
    2. Nem queremos que isso aconteça!
      Por isso deixei a sugestão para os estudiosos do idioma.

      Excluir
  49. Quem trabalha de graça é relógio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E blogueiros que disponibilizam revistas para pessoas como você baixarem...

      Não baixa???

      Então o quê faz aqui?

      Excluir
    2. Mais um trolzinho fugiu e apareceu aqui...

      Excluir
  50. Como disseram antes: pra um que feche, surgirão outros.

    http://tmjnovos.blogspot.com.br/p/baixar-ou-ler-online-as-edicoes-de-00.html

    ResponderExcluir
  51. Engraçado que o Mauricio está publicando paginas digitais de suas historias no twitter (ele tem publicado o cascão porker pelo que vi, horacio e penadinho tb se não me engano). Está publicando sem exigir nenhum pagamento para quem quiser ler... Então pq a implicância, as ameaças contra quem distribui scans digitais (pelo menos dos quadrinhos antigos)? Não dá pra entender mesmo... Ah sim, o blog postado acima possuía links para gibis do finado gibi-teca que infelizmente já foram excluídos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A implicância é porque somente ele e a MSP tem os direitos de publicação das histórias. Ninguém mais. Quem mais publicar (ou divulgar, ou compartilhar, o que seja), no entendimento deles, estará violando esses direitos.

      Excluir
    2. Obrigado pela dica Vanessa, mas creio que outros devem assumir o lugar do que sairam do ar... Eu retirei os scans por principio, pois, se ele é dono, tem direito de exigir isto (não que eu concorde)...

      É isto aí, Kid...

      Excluir
  52. Estou vendo algumas opiniões aqui e fico triste por ver que alguns dos colegas têm uma opinião tão ultrapassada em relação ao assunto. Sempre fui fã do Maurício, mas convenhamos, todos sabem que ninguém quer ganhar dinheiro com as publicações escaneadas.
    Creio que ele deveria seguir o exemplo do escritor brasileiros com mais cópias vendidas no mundo todo (Paulo Coelho), que em artigo publicado em 29 de maio de 2011 no jornal Folha de São Paulo diz o seguinte: - Pirateiem meus livros!!

    Nada contra ganhar dinheiro com livros: eu vivo disso. Mas o que ocorre no presente? A indústria se mobiliza para aprovar leis contra a “pirataria intelectual”. Dependendo do país, o “pirata” -ou seja, aquele que está propagando arte na rede- poderá terminar na cadeia.
    E eu com isso? Como autor, deveria estar defendendo a “propriedade intelectual”. Mas não estou. Piratas do mundo, uni-vos e pirateiem tudo que escrevi!
    A época jurássica, em que uma ideia tinha dono, desapareceu para sempre. Primeiro, porque tudo que o mundo faz é reciclar os mesmos quatro temas: uma história de amor a dois, um triângulo amoroso, a luta pelo poder e a narração de uma viagem. Segundo, porque quem escreve deseja ser lido -em um jornal, em um blog, em um panfleto, em um muro.
    http://paulocoelhoblog.com/2011/05/30/pirateiem-meus-livros/
    E foi mais além, criou um projeto no seu blog cujo nome é Pirate Coelho , onde se encontram diversas obras suas em diversas línguas para download.

    Esse bruxo (declarado), não será queimado pela inquisição moderna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Cláudio, o quê podemos fazer não é?

      Creio que o quê magoou nisto tudo é os blogs serem tratados como piratas, como se vendessemos ou quisessemos prejudicar alguem... E ainda somos ameaçados...

      Enfim, ao final, a internet apenas ficou mais pobre com centenas de revistas antigas da Ed. Abril e Globo desaparecendo...

      Abraços...

      Excluir
  53. Eu continuo sendo fã do Maurício, mas estou muiiiiito decepcionada por seu lado mesquinho! Por que??? Ele não sabe como tantas pessoas eram felizes por causa da gibíteca? Ele não sabe como decepcionou milhares de fãs... Sabe, eu amo ler, e quando tiraram a gibiteca, não só tiraram ela como também tiraram uma arte de mim!

    ResponderExcluir
  54. Renato voltou!!!! Estão ai as edições, um pouco embaraçosa, mas estão.
    http://pt.calameo.com/search.php
    Muito feliz! XD

    ResponderExcluir